As bem-aventuranças: Descubra o que são e como entender cada uma!

bem-aventurançasAs bem-aventuranças ou beatitudes, como preferir. São pilares elementares de nossa fé, pois devemos rigorosamente observa-las e pratica-las, para alcançar um estado diante de Deus, ao qual seja bom para seus olhos. Você já quis se aprofundar em cada uma delas? Nesse tópico iremos abordar o máximo possível, recolhendo aprendizados.

Interessante saber que, as bem-aventuranças fazem parte do sermão do monte, aonde Jesus vai ministrar sobre uma realidade difícil de se alcançar, mas, necessária para o Reino de Deus. Uma vez escutei uma frase muito interessante sobre essa pregação da montanha que diz: “Quando Jesus ministrava, não estava condenando toda a humanidade, mas sim, apresentando um “homem ideal” aquele que devemos buscar todos os dias.”

Com isso, conseguimos compreender que não vem uma jornada fácil pela frente, porém, se perseveramos em querer ser, de forma verdadeira, um servo de Deus. Não podemos de forma alguma menosprezar, esse riquíssimo sermão. Por isso, seu estudo é fundamental.

Para começarmos a analisar cada uma delas, é necessário que antes você entenda duas coisas antes:

1- O que significa bem-aventurado?

Andei pesquisando uma tradução para essa palavra, encontrei diversas como: Feliz, felicidade, alegre, contente e entre outras. Porém, aquela que explica melhor é o “mais que feliz”. Pois, simplesmente as bem-aventuranças são coisas que não são somente alegria, felicidade ou outras coisas para nós, é muito mais alem disso, por isso adotei o “mais que feliz”.

2- Um breve comentário sobre o contexto:

Nesse momento da pregação de Jesus, ele sobe ao monte e ensina, não só para seus discípulos, mas, para uma multidão que o seguia, veja:

“Jesus, vendo a multidão, subiu a um monte, e, assentando-se, aproximaram-se dele os seus discípulos; e, abrindo a boca, os ensinava, dizendo.” (Mateus 5.1-2)

Assim como Moisés recebe a lei em um monte, Jesus também ministra seus estatutos sobre um monte.

A partir dessa introdução começa a fala do Mestre, sobre as bem-aventuranças, ao qual no decorrer desse estudo vamos analisa-las. Você verá sobre:

  • Os pobres de espírito.
  • Os que choram.
  • Os mansos.
  • Os que tem fome e sede de justiça.
  • Os misericordiosos.
  • Os limpos de coração.
  • Os pacificadores.
  • Os que sofrem perseguições.

Então se você acha que esse assunto pode edificar muitas vidas, não deixe de compartilhar essa mensagem. Vamos pregar em nossas redes sociais que não somos mais que felizes em Jesus!

  • Twitter (Pregando em 140 Caracteres).
  • Facebook (Ministrando para nossos amigos).
  • Os demais compartilhamentos podem ser encontrados no final do estudo.

 

Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o Reino dos céus

Pobreza de espírito, em outras palavras, são aqueles que reconhecem sua pobreza espiritual. Fitch declara: “A pobreza de espírito é essencialmente o destronamento do orgulho”. Quando tiramos nosso orgulho espiritual e colocamos nossa pobreza, reconhecemos que somos totalmente necessitados de Deus.

Não adianta achar que somos soberanos na nossa vida espiritual, pois devemos reconhecer, que o único soberano é o próprio Criador. Para exemplificar,  seria mais ou menos a seguintes orações:

“Deus me perdoa porque tenho ajudado aos necessitados, e cumprido a sua lei.”

“Deus me perdoa, pois sem o Senhor eu não consigo viver, e sem a sua misericórdia o que seria de mim?.”

Olhando para essas duas falas, podemos claramente perceber que na primeira existe um orgulho, sobre o que essa pessoa está fazendo, enquanto, na segunda, seja qual for as atitudes da pessoa, ela reconhece que necessita totalmente de Deus.

Vale ressaltar que quando falo pobreza espiritual, não estou falando de pobreza financeira. Você pode sim ser muito farto financeiramente falando e ainda assim ser pobre espiritualmente, como também, ser muito pobre financeiramente falando e ser orgulhoso espiritualmente falando. Devemos entender essa fala de Jesus e, aplicar da forma correta.

Acredito que uma pobreza espiritual, dá para se ver no jeito de viver de cada pessoa. Com certeza, você deve conhecer alguns que se acham melhores suficientes do que os outros e até mesmo achando que se ele não cantar, ninguém mais canta, se ele não pregar, ninguém mais prega, isso é um equivoco. Devemos ter consciência de que, quem faz é Deus e não você!

Como toda Beatitude, existe uma recompensa, e para essa é o Reino dos céus. Você será mais que feliz se praticar essa pregação de Jesus, porque pode ter certeza, que no Reino dos céus você irá entrar.

 

Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados

Lloyd-Jones escreve: “Chorar é algo que vem logo depois da necessidade de ser pobre de espírito”. Quando percebemos que somos pobre de espírito e dependemos de Deus, começamos a chorar na presença de Deus, pois estou confrontando a santidade de Jesus com os meus pecados.

O choro descrito nesse versículo é muito benéfico, pois traz um arrependimento junto com ele, e o arrependimento traz a comunhão que precisamos com o nosso Pai. A partir disso, é melhor chorar na presença de Deus, do que, um dia chorar no lago de fogo e enxofre.

Percebo a necessidade hoje em dia dessa bem-aventuranças, percebemos que existem muitas pessoas que não se quebrantam mais diante do Espírito Santo, não derramam uma lágrima só. Agregará mais conhecimento também, os escritos do salmista:

“Os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado; a um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus.” (Salmos 51.17)

Que lindo cântico do salmista! Um coração quebrantado e em contrito, Deus jamais rejeita. Por isso, devemos sempre em oração se entregar verdadeiramente diante de Deus, com o nosso melhor, pois, é isso que Jesus está esperando de cada um de nós.

Acerca da recompensa, o comentário bíblico BEACON escreve: A promessa para aqueles que choram é que eles serão consolados. Isto acontece primeiro na consolação do perdão, e depois na consolação da comunhão. Um Cristo compassivo está especialmente perto daqueles que choram.

Imagine que lá na glória junto com Deus, não haverá nada disso, em Apocalipse está escrito:

“E Deus limpará de seus olhos toda lágrima, e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor, porque já as primeiras coisas são passadas.” (Apocalipse 21.4)

Que maravilha, nosso Jesus é realmente maravilhoso, Ele mesmo limpará de nossos olhos toda as lágrimas. Se você tem chorado bastante, lembre-se, você será consolado. Não desista jamais! Irmão e irmã que lê esse estudo, tenho certeza que tem um testemunho maravilhoso sobre sua jornada, e como você não para mesmo diante das dificuldades, por isso, deixe sua história no campo comentário logo no final desse estudo.

 

Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra

A mansidão nesse texto, tem comumente sido mal interpretada. Muitas das vezes, as pessoas acreditam que ser manso, é ter um modéstia humilde, chegando a ser, quase falsa. Porém, se formos analisar corretamente, a mansidão descrita refere-se a nossa vida com Deus.

Devemos ser mansos para com Deus, no sentido de aceitar os seus mandamento sem questionar e entender que é o melhor para nossas vidas. Se interpretar-mos incorretamente, vamos cair no erro de achar que podemos questionar aquilo que está na Bíblia.

Muito contrário disso, devemos falar o que a Bíblia fala, e se calar no que ela se cala. Mais que feliz são aqueles que aceitam a vontade soberana de Jesus em sua vida, pois esses herdarão a terra.

Vivemos em uma sociedade que quer mandar no seu próprio umbigo, achando que seus estatutos e estilo de vida devem ser aceitos por qualquer um. Um servo verdadeiro, não quer mandar em si mesmo, mas aceita que é servo, e como o próprio significado da palavra já diz, é feito para servir a Deus.

Não se ache jamais independente, pois apesar de livre pela graça, você está sujeito a verdade bíblica. Devendo sempre obedecer o que nela está escrito.

 

Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos

Quando estamos neófitos na fé, precisamos ser alimentados, e nossa fome e sede deve ser de justiça. Afinal, qual é essa justiça? Calma meu irmão e irmã, não vá pensando que a justiça desse versículo é sair por aí condenando as pessoas, como se fosse um justiceiro.

A justiça desse versículo em sua melhor tradução é a salvação, então, mais que felizes são aqueles que tem fome e sede de salvação. Quando você tem essa fome e sede, você se preocupa com o estado das pessoas e quer realmente que elas cheguem ao pleno conhecimento da verdade.

Não precisa sair por aí, condenando as pessoas. Saia, falando de Jesus para cada uma delas. É impressionante como falhamos nessa, temos o costumes de conversar sobre futebol, moda, família e entre outras coisas, porém, quando somos temos a oportunidade de falar de Jesus, desperdiça-mos.

Temos que entender que, se temos a vontade de levar a salvação para todos, seremos fartos, ou seja, vamos conseguir cumprir aquilo que queremos. Porque quem convence é o Espírito Santo, mas, quem eprega a Palavra é eu e você!

Afinal, quando lemos na Bíblia que devemos amar o nosso próximo, como a nós mesmo. Temos que entender que, a maior manifestação de amor ao próximo, é querer levar ele ao céu, e só é possível por intermédio da pessoa de Jesus Cristo.

 

Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia

Você foi aquele que recebeu a maior misericórdia, pois todos pecaram (Romanos 3.23), e mesmo sendo um pecador, recebeu na cruz do Calvário a salvação de Jesus. Assim sendo, jamais deve negar misericórdia para as pessoas.

Em outras palavras, misericórdia significa mais ou menos o seguinte: Não dar para a pessoa o que ela merece. Ser misericordioso é não responder da mesma forma ignorante, não dar o troco, não bater naquele que te apunhalou e entre outros. Por isso é fundamental a misericórdia, pois se temos um para com os outros, certamente Deus terá conosco.

Acredito que você conheça pessoas que são sem misericórdia. É difícil estabelecer um relacionamento com elas, pois muitas das vezes, até mesmo no dialogo se nota um tom de arrogância. Aprenda, ser sem misericórdia não agrada nem aos homem, quão dirá a Deus.

Eu Felipe Bernardino, escritor desse estudo, falando, parece até que não falho. Porém, já falhei muito, pois não existe ninguém perfeito, porém, meus irmãos, devemos entender que como disse no começo, aquilo que Deus falou é como se fosse um homem perfeito, e todos os dias estamos em busca de se tornar esse homem.

 

Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus

Chegamos em mais um ponto primordial, a santificação. Um coração limpo é aquele que é santificado. Mas porque logo o coração? Eu já explique no nosso estudo de amar o mundo. Vou retomar hoje apenas um versículo, se quiser se aprofundar mais nesse, não deixe de ver o estudo.

“Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as saídas da vida.” (Provérbios 4.23)

Devemos ter um coração limpo(santificado) porque dele procede as saídas da vida, isto é, nossos maior sentimentos e desejos estão guardados em nosso interior. E a recompensa é mais que gratificando, todos aqueles que realmente são santificados, eles verão a Deus. Você já imaginou olha na face de Deus? Pois é, para isso é necessário santificação.

O coração deve ser purificado de seu orgulho (Provérbios 16.5); se não, em vez de ser “pobre de espírito” ele será arrogante e auto-suficiente; em vez de estar arrependido (alguém que chora verdadeiramente) ele será autocomplacente; em vez de ser “manso”, um homem será obstinado e impetuoso. O coração também deve ser purificado do duplo ânimo (Tiago 4.8), do egoísmo e da contenda (Tiago 3.14), e da incredulidade (Hebreus 3.12).

 

Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus

Você é uma pessoa que provoca a paz ou a ira? No meio da seu ciclo social é conhecido como um pacificados ou alguém que cria contendas?

Irmãos e irmãs, não podemos menosprezar isso, as vezes temos um caráter que pode não ser aquilo que Deus quer de nós. Devemos ter sempre a paz. É interessante que, para sermos verdadeiro pacificadores, devemos ter a paz em nosso coração, e para isso, somente um interior em Jesus que pode ser pacificador.

Um coração dividido, é um coração perturbado. Não adianta uma hora ser tudo aquilo que Deus quer e em outra ser totalmente o oposto. Viva sempre no centro da vontade de Deus, realizando tudo aquilo que Ele espera de nós.

Filhos de Deus (9) é, no grego, literalmente, “filhos de Deus”. Quando o artigo definido é omitido no grego, ele enfatiza o tipo ou o caráter. Quando as pessoas promovem a paz, elas são chamadas de “filhos de Deus” porque agem como Deus. No pensamento oriental “filho de” significa “ter a natureza de”.

Quanto mais pacificador você é, mais seu caráter se parece com o de Deus.

 

Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o Reino dos céus

Chegamos ao final delas, nessa última quero englobar os versículos de Mateus do 10 ao 12. Quando o cristão cumpre tudo aquilo que Jesus falou nas Beatitudes, ele com certeza não vai ter uma vida fácil, será perseguido igual os profetas, e coisas ruins aconteceram por causa do nome de Jesus.

Mas a vida aqui na terra tem de ser assim, indo na contramão do mundo, realmente mostra que estamos na vontade de Deus. Existem aqueles que pela própria ignorância acha estar fazendo o certo, e muitos o perseguem, porém, ele não percebe que está sendo perseguido do jeito errado, não por causa de Jesus e sim por causa das atitudes errada que essa pessoa toma.

Uma coisa que não vemos muito hoje em dia, e isso falo do Brasil, é a perseguição. Muitas pessoas que estão na mídia são perseguidas, porque falam besteiras, porém, é difícil ver uma que é perseguida porque é um verdadeiro fiel de Jesus. Aliás, geralmente essas são aquelas que ninguém vê, porém, lá na eternidade, terá um galardão que Deus já tem preparado.

Um dos melhores resumos das oito Beatitudes é o apresentado por Fitch. Ele diz: Elas se dividem naturalmente em quatro partes separadas. As três primeiras nos mostram um homem se convertendo dos seus pecados a Deus, e a quarta nos mostra Deus se voltando para o pecador e revestindo-o com a justiça de Cristo. As três seguintes… nos mostram o filho recém-nascido de Deus operando as obras de justiça entre os homens; e a Beatitude final mostra como os homens reagem… Há, primeiro, três graças de uma alma contrita, seguidas pela resposta de Deus em misericórdia, em justiça e em paz. Então seguem-se três graças de uma alma comissionada, seguidas pela resposta do mundo em perseguição e reprovação.

 

As bem-aventuranças: Conclusão

Devemos cumprir cada ato descrito por Jesus em sua pregação, se você parar e analisar, vai perceber que esse homem que Jesus descreve é um reflexo de seu próprio caráter e atitude. Quanto mais praticamos cada uma delas, mais nos aproximamos do Espírito Santo.

Não tente pratica-las todas da noite para o dia, principalmente você que está começando no evangelho. Vai tentando aos poucos, colocando no seu caráter cada uma delas, pois, com o passar do tempo verá que conseguiu. Muitas pessoas caem nessa peleja, justamente por acharem que podem ser super-crentes e que da noite para o dia vão ser perfeitos, porém, isso é um processo, e a persistência é a chave dele.

Não desista jamais de Jesus.

Esse estudo foi uma benção na sua vida?  Se sim, não deixe de compartilhar seu testemunho no campo comentário abaixo, pois tenho certeza, que assim como esse artigo te abençoou, sua história também sera de grande edificação para todos!

 


Notas:

Versão Bíblica – Almeida corrigida e revisada (Fiel)

Comentário Bíblico BEACON (Volume 6)

 

. .

4 Respostas: As bem-aventuranças: Descubra o que são e como entender cada uma!

  1. Genailson disse:

    Sim, foi uma bênção. .. que Deus te dê cada vez mais sabedoria pra explicar a palavra.

  2. Antonio Sarmento disse:

    Obrigado pelo poderoso estuda sobre as bem aventuranças , fui bastante edificado . DEUS continue ti usando como um grande canal de benção pra milhares de vidas . Um abraço

    • Felipe Bernardino disse:

      Que Deus te ouça vaso, quero sempre pregar essa palavra Maravilhosa que é Jesus, e até hoje não me arrependo nunca de ter aceitado esse Jesus tão maravilhoso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *