Dicas para pregar a Palavra de Deus pela primeira vez: O que fazer?

como pregar pela primeira vezComo pregar pela primeira vez? Essa é uma dúvida comum de todos aqueles que estão iniciando no ministério agora, ou tem um desejo ardente de pregar a Palavra de Deus, mas, não sabe como começar.

Hoje quero te dizer que vamos solucionar isso! Vou te passar algumas dicas totalmente práticas para aplicar em sua vida como pregador. Acredite, se você tiver muita persistência mesmo e viver aquilo que vamos te ensinar, você pode tornar-se um pregador da Palavra de Deus de forma bem mais fácil.

“Felipe, você está dizendo que é fácil ser pregador?”, calma lá! Não disse isso. Falei apenas que seu processo de tornar-se um pregador qualificado, pode ser encurtado se realmente dedicar-se em executar os ensinamentos desse estudo.

Vale ressaltar também que eu já escrevi um e-book sobre esse tema, abordando como fazer uma pregação passo-a-passo do início ao fim, serve para você que está começando ou para aqueles que já tem conhecimento sobre o assunto, qualquer coisa só clicar aqui para baixar gratuitamente esse livro digital.

Veja abaixo o que você vai aprender:

  • 1 Dica: Não tem como pregar pela primeira vez se não tiver vida com Deus!
  • 2 Dica: Montar uma pregação não é tão difícil quanto parece, e nem tão fácil como se fala.
  • 3 Dica: Você não vai conseguir transmitir tudo que aprendeu.
  • 4 Dica: Nervosismo é fruto da falta de preparo.

Bom, acredito mesmo que, se você está preocupado em pregar pela primeira vez, você está no lugar certo. Se no final de tudo isso, você ainda estiver com dúvida pode deixar um comentário, eu respondo todos sem exceção.

 

Não tem como pregar pela primeira vez se não tiver vida com Deus

Vejo muitas pessoas vindo até eu, e perguntando: “Como posso ser um pregador da Palavra de Deus?” Ou até mesmo, em pior das hipóteses: “Qual é o segredo para ser um pregador?”.

Irmãos e irmãs, é triste ver esses tipos de perguntas, principalmente a segunda. Para ter um ministério não existe nenhum segredo! Sabe o que é necessário? Vida com Deus.

Quando me perguntam sobre “ser um pregador”, eu logo vou perguntando de volta: “Como está sua vida com Deus?”. Se não tivermos comunhão com Deus, não existe ministério e muito menos pregação.

Devemos sempre lembrar que o princípio da nossa jornada aqui na terra como cristão, pregador ou pastor, deve ser realizada através da vida com Deus. Uma pregação nunca começa no altar, ela na verdade começa nos joelhos em oração e na dedicação a leitura bíblica.

Se queremos realmente pregar pela primeira vez, entenda o seguinte… Você não pode ser um pregador sem Jesus, então vá orar e ler a Palavra de Deus. Sua vida inteira tem que refletir o nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

Se você começar um ministério sem ter comunhão, possivelmente vai perder-se no meio do caminho.

Conheço um rapaz que, veio conversar comigo certa vez dizendo: “Felipe, eu comecei a pregar e Deus está me usando”. Confesso, fiquei feliz com o que ele me falou, mas continuei minha conversa com ele, falando sobre passagens e versículos bíblicos, ao decorrer do nosso diálogo eu vi tudo nele, menos o mais importante, a vida com Deus.

Não que eu seja superior, de forma alguma, mas, não consegui ver nenhum conhecimento bíblico ou até mesmo experiência com Deus. E infelizmente, hoje em dia, ele está perdido com mulheres e coisas desse muito.

Existe um sinal que algo não está certo! Se você não conhece muito da Bíblia e não tem nenhum experiência de vida com Deus, esse é o sinal… Espere um pouco, o momento de começar a pregar não é exatamente agora.

Você está no processo, ao qual chamo, escola de Deus, viva primeiro sua comunhão com o Pai. E então, conforme ele for te capacitando, vá e pregue a Palavra de Deus. Lembre-se que, comunhão se conquista, você deve buscar isso ardentemente em sua vida.

Se começar precipitadamente, quanto mais você crescer sem estrutura, mais rápido vai ser sua queda.

Esse assunto é tão sério que, eu dediquei um módulo inteiro do nosso treinamento Pregador Qualificado para falar sobre a vida do pregador. Nesse treinamento tenho ensinado que sem Jesus não vamos a lugar nenhum e graças a Deus estou conseguindo ver resultados nas vidas dos nosso alunos!

 

Montar uma pregação não é tão difícil quanto parece, e nem tão fácil como se fala

Você já escutou que montar uma pregação é fácil? Calma lá, não é bem assim! Ou melhor ainda, alguém já te falou que montar uma pregação é difícil? Quero te dizer que quem complica tudo é você mesmo.

Pode existir dois extremos, o de facilidade e também dificuldade ao desenvolver uma mensagem. Porém, quero você em nenhum dos dois, você vai ficar justamente no meio, na divisão entre o fácil e o difícil.

Isso é bem simples de entender. Quando estamos pensando em desenvolver uma mensagem, não devemos encarar isso de forma fácil, pois significa que estamos só ficando no raso, sem aprofundar-se verdadeiramente no texto bíblico.

O pregador é um “caçador de pérolas”, sendo assim, ele vai ler o texto bíblico buscando revelações que somente o Espírito Santo pode dar, e isso não é um trabalho fácil, mas também não é difícil.

Para aqueles que estão em comunhão com o Senhor, como foi dito na primeira dica, a revelação do Evangelho, torna-se algo que acontece naturalmente. Pois você está em um diálogo intenso com Deus.

Quando você ora, está falando com o Pai, quando lê a Bíblia, Ele está falando com você. Tudo isso, faz a montagem de um sermão normal, não sendo tão difícil e muito menos fácil(sem conteúdo).

 

Você não vai conseguir transmitir tudo que aprendeu

Um erro comum de quem está iniciando, é justamente tentar transmitir tudo que aprendeu e acabar não ensinando nada. Eu mesmo fui uma pessoa que errou muito, mas muito mesmo, com isso.

Geralmente pessoas que tentam transmitir tudo que aprendeu ficam apenas na introdução, falando tanto que quando vai ver, está no momento de término da pregação, a hora de devolver o microfone para o pastor.

Isso é muito errado! Entenda o seguinte, com certeza você estudou bastante para desenvolver um sermão, entretanto, você nunca vai conseguir ensinar tudo, preocupe-se em passar aquilo que tem de mais valioso, e se porventura esquecer de algo, não “esquente a cabeça com isso” com isso.

Existe algo que aprendi enquanto fazia técnico em administração, minha professora disse o seguinte: “O que você vai apresentar, somente você sabe”, essa fala dela é fantástica! Sabe o que isso significa? Só você sabe o que vai pregar, assim sendo, se por algum motivo esquecer de algo, não vai ter ninguém que vai sentir falta a não ser você, por isso, não devemos ficar chateados por ter esquecido ou não falado algum aprendizado.

Geralmente os pregadores são críticos demais com suas mensagens, eu mesmo sou um desses, quando falo algo que não devia, me culpo, quando esqueço algo, me culpo, se deixo de fazer algo, me culpo; isso se deve pois queremos dar o nosso melhor.

Contudo, devemos ter cautela com essas auto críticas, pois as vezes isso pode nos influencia a parar. Entenda que mesmo em meio as falhas, temos que continuar persistindo e melhorando cada vez mais nosso ministério de pregação, e as vezes, o que para você foi ruim, para outra pessoa com certeza serviu de alívio e consolo.

Veja o que a Bíblia diz: “Assim será a palavra que sair da minha boca; ela não voltará para mim vazia; antes, fará o que me apraz e prosperará naquilo para que a enviei” (Isaías 55.11)

Quando entendemos esse versículo citado, paramos de preocupar-se com algumas coisas. Sabe o que Deus está falando por intermédio do livro de Isaías? Que toda palavra ao qual for de Deus, não voltará vazia, antes vai achar um coração e prosperará.

Se você for alguém que prega a Bíblia, não tem o que temer, pois com certeza será um vaso nas mãos de Deus.

 

Nervosismo é fruto da falta de preparo

Um grande problema é o nervosismo, para aqueles que estão começando principalmente, a garganta seca, a tremedeira chega e também ficam inquietos. Acredite, isso pode ser derrotado!

Nervosismo durante uma pregação, ou antes da mesma, nada mais é do que a falta de preparo. Imagine o seguinte, se você estudou o assunto que vai pregar, orou ao Senhor e montou um esboço (algo que te ajuda bastante), não tem com o que ficar nervoso, deixa Deus te usar.

Saiba também o seguinte, o friozinho na barriga que você sente momentos antes da pregação, nunca vai passar. Eu hoje, anos depois de começar meu ministério, ainda sinto isso. E enquanto eu sentir, é um bom sinal, pois mostra o meu temor a Deus em pregar sua Palavra.

Um dos frutos do nervosismo, é também a timidez. Se você é uma pessoa muito tímida, ou fica no momento da pregação, deve tentar eliminar isso da sua vida. Sabe, devemos dar liberdade ao Espírito Santo, deixando ele nos usar, e não ficar com timidez.

Existe pessoas que são tão tímidas, que se o próprio Jesus descer do céu e falar na frente dela para fazer algo, ela não faz. Isso complica, pois Jesus quer te usar com algum dom espiritual, e a timidez consegue te barrar nesse processo.

O nervosismo é algo que pode ser vencido, com muita luta e força de vontade, ore sempre a Deus para retirar o máximo isso de você, pois se você estiver de mão dadas com o nervosismo é possível que não consiga transmitir a mensagem bíblica com clareza.

Uma coisa que aprendi bastante e aplico no meu ministério, é seriedade. Viva sua pregação com seriedade, encare esse fato como um momento de responsabilidade, então você deve propor-se a fazer o seu melhor em cima de um púlpito.

Não devemos fazer o momento da pregação uma brincadeira, pois se assim fizermos, não vamos melhorar nunca nosso jeito. Trate seu ministério com seriedade!

 

Conclusão

Se você estiver realmente comprometido, em pregar a Palavra de Deus e vai fazer isso pela primeira vez, recomendo sinceramente que siga cada dica que foi apresentada.

Não podemos de forma alguma deixar de seguir aquilo que foi ensinado nesse estudo, muitas pessoas infelizmente hoje são mais “animadores de platéia” do que pessoas “usadas pelo Espírito Santo”.

O que caracteriza realmente um homem e mulher que são usados por Deus é, sua integridade e temor ao Senhor. Então se você deseja ser usado por Jesus, para ser um mensageiro da Palavra de Deus, ao qual Ele realmente revela grandes coisas, recomendo aprimorar cada dia mais sua comunhão.

Tudo o que foi ensinado é fruto de uma vida espiritual verdadeira, podemos observar que cada dica completa a outra. Para aqueles que estão realmente vivendo o Evangelho, fica fácil aprender o que foi ensinado, porém em contrapartida, os que não vivem o que pregam estão com sua dificuldade muito grande pela frente.

Esse conteúdo é de forma mais simples o que ensinamos para nossos alunos no treinamento Pregador Qualificado, se você quer realmente aprender mais sobre isso, e tem desejo de aperfeiçoar sua pregação, sem fórmulas mágicas ou encenações, mas sim de acordo com a Bíblia, recomendo sinceramente que faça parte do nosso curso completo sobre pregação.

Se ainda estiver com dúvidas ou precisando de ajuda, pode deixar seu comentário abaixo, com certeza vou ter o maior prazer em respondê-lo.

. .

2 Respostas: Dicas para pregar a Palavra de Deus pela primeira vez: O que fazer?

  1. Edleuzadantas disse:

    O senho e meu pastor nada me faltara

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *