Erros comuns de muitos pregadores – Descubra quais são e como evitar!

erros comuns de pregadoresMuitos pregadores erram! Aliás, muitas pessoas pensam que pregadores são “super-homens ou mulheres” e que ele não erram. Isso é um grande equivoco, todos nós estamos sujeitos ao erro, agora persistir no erro já é tolice.

Hoje quero abordar erros comuns de pregadores, sei disso pois eu mesmo cometi alguns e também com 19 anos de vida com Deus, com certeza muito se aprende. Após a analise de cada um deles o poder da decisão fica em suas mãos.

É você que vai decidir se, fica no erro ou arruma isso em seu ministério. Nós que almejamos ser pregadores do evangelho, e já somos, devemos estar em constante aprendizados aperfeiçoando nosso ministério.

Existem pessoas dizendo que: “Quem capacita é Deus”. Eu concordo e entendo plenamente o papel de Deus, Jesus e Espírito Santo no desenvolvimento do seu ministério, sem Eles nada seria possível, porém, eles te capacitam de acordo com você mesmo.

Vou explicar melhor, se Deus vê que você busca o conhecimento, com certeza ele dá, se Jesus vê que você quer melhorar seu ministério, como certeza ele ajuda, se você busca a unção do Espírito Santo, com certeza ele vai conceber.

Então, depois de estudarmos cada erro, recomendo sinceramente que você possa confrontar sua vida com eles, “ajustando” seu ministério, fazendo dele cada dia mais um altar de acertos e não erros.

Se você estiver mesmo sério no assunto relacionado a pregação, eu escrevi em livro digital totalmente grátis, ensinando como fazer uma pregação do início ao fim, passo-a-passo, completo para te ajudar a fugir dos erros! Clique aqui para fazer o download gratuitamente.

Veja abaixo os pontos importantes que serão vistos nesse estudo:

  • O erro de pensar que “pula-pula” é o único jeito de Deus agir.
  • Pregar aquilo que pensa e não o que está na Bíblia Sagrada.
  • Falar que Jesus “mandou”, quando na verdade a iniciativa vem do pregador.
  • Pregar e não viver aquilo que se prega.
  • Não fala com Deus, mas, quer falar com o povo de Deus.

Espero sinceramente que a Enfoque Bíblico consiga te ajudar, se mesmo ao final de tudo isso você ainda estiver com dúvida, ou precisando de ajuda, pode perguntar utilizando o campo comentário, temos o mais prazer em ajudar.

 

O erro de pensar que “pula-pula” é o único jeito de Deus agir

Fiz questão de começar por esse erro, pois muitos pregadores erram nisso. Temos que parar de pensar que o famoso “pula-pula” é o único jeito de Deus agir!

Mas o que é o “pula-pula”? É quando os crentes são tão cheios do Espírito Santo, que manifestam com dons espirituais isso, geralmente falando em outras linguás ou algo similar. Isso é comum do meio pentecostal (ao qual eu também participo).

Porém, muitos pregadores pensam que esse é o único jeito de Deus se manifestar, e acabam depois de uma mensagem ao qual a igreja não reagiu, desanimando e até mesmo pensando em desistir.

Temos que entender que existem cultos ao qual realmente o “fogo vai descer do céu”, agora, pode existir outros que o Espírito Santo que falar no intimo e privado, e não necessita necessariamente ser manifestado isso.

Não fique preocupado! Caso você pregue e nenhum sinal seja manifesto, pode ter certeza que se você ministrou a mensagem bíblica pura e simples, Deus falou com alguém.

Eu mesmo já cheguei em casa desanimado depois de uma pregação, principalmente no início do meu ministério. Pensava comigo mesmo: “Porque a igreja não manifestou a glória de Deus?” ou até mesmo “Será que eu errei em algo?”.

Isso é muito comum e é possível que você esteja perguntando-se isso, mas calma! Você está com a vida em Jesus? Pregou uma mensagem segundo a vontade de Deus? Pode ter certeza que ele te usou e muito.

Quando somos levados para a Bíblia Sagrada, ela nos diz que:

“Assim será a palavra que sair da minha boca; ela não voltará para mim vazia; antes, fará o que me apraz e prosperará naquilo para que a enviei.” (Isaías 55.11)

É divino saber disso! A palavra que realmente procede de Deus, ela não volta vazia, antes acha um coração e vida para repousar e ali ela prosperará. Sabe o que isso comprova? que uma mensagem sem “pula-pula” também é uma pregação que Jesus fala!

 

Pregar aquilo que pensa e não o que está na Bíblia Sagrada

Outro erro que afeta uma grande maioria, principalmente os que estão começando, é pregar o que pensa e não aquilo que está na Bíblia. Isso geralmente afeta aqueles que não estudam ou preparam-se o suficiente.

Quem não estuda, tem que pregar no improviso, e o improviso para uma pregação nunca é bom! Devemos meditar na lei do Senhor todos os momentos, imagine então se for pregar, é realmente necessário você aprofundar-se seu conhecimento.

Irmãos e irmãs, pregadores do evangelho, entenda uma coisa, a igreja não que saber o que você pensa e sim o que a Bíblia Sagrada diz. Claro que você pode compartilhar seu pensamento, contudo, é necessário que ele seja bíblico e para edificação do povo de Deus.

Tome muito cuidado ao expor aquilo que não é bíblico, pois geralmente, isso afeta muitas pessoas. Já vi pregadores dizendo que: “A geração dele ia fazer o que a geração passada não fez”. Ah como isso é um erro grave!

A geração passada, ourou, jejuou, construiu templo ao qual cultuamos e fizeram o máximo possível para edificar o povo de Deus, agora vem pessoas dizendo que eles não fizeram nada? Com certeza uma palavra lançada como essa, serve para “matar” muitas vidas e não edificar.

A Bíblia é tão maravilhosa em nos dar a resposta para tudo que ela diz o seguinte:

“Porque todos tropeçamos em muitas coisas. Se alguém não tropeça em palavra, o tal varão é perfeito e poderoso para também refrear todo o corpo.” (Tiago 3.2)

Que o ser humano é repleto de falhas isso é obvio, agora a Palavra de Deus diz que quem refrear a linguá tal varão é perfeito e poderoso para também refrear o corpo todo. Isso é incrível por dois motivos:

  • Primeiro: Mostrar o poder que temos de fazer o certo, edificar as pessoas.
  • Segundo: Mostra o poder que temos de fazer o errado, “matar com palavras.”

Você consegue entender agora que, não se deve falar aquilo que quer, e sim o que Jesus escreveu nas Sagradas Escrituras. Por isso, leia e estude muito, muito mesmo, todas as vezes que for fazer uma pregação.

 

Falar que “Jesus mandou”, quando na verdade a iniciativa vem do pregador

Nunca, nunca mesmo, fale que “Jesus mandou” você fazer algo quando na verdade ele não falou nada. Você pode sair seriamente envergonha e também fazer a mensagem da Cruz em vergonha.

Devemos saber discernir quando é nosso “eu” falando e também quando é Jesus falando. Muitas pessoas atualmente estão usando o nome de Jesus para bastante coisas, quando na verdade Cristo não está em nenhuma delas.

Um grande exemplo disso, são aqueles que falam sobre “águas ungidas” e “lenços ungidos”, mas, aqueles que realmente conhecem a Palavra de Deus sabem que isso é de total desacordo com a verdade do evangelho.

Esse assunto é tão grave, que eu já cheguei a fazer vídeos no nosso canal do youtube falando sobre:

Esse assunto é muito sério, recomendo fielmente como seu irmão em Cristo que saiba falar quando é ou não de Deus. Muitos daqueles que utilizam o nome de Jesus em vão, com certeza vai chegar um dia que terão de prestar contas com Deus.

Então para você que quer ser um pregador qualificado e abençoado ministerialmente, peça a orientação do Espírito Santo em todas suas mensagens, para não ficar falando besteira ou asneiras em cima do altar.

Quando é Deus que fala, pode ter certeza que ele vai realizar, agora, quando for você, Ele não vai ter nenhum compromisso com seu erro.

Tem muitas pessoas que utilizam do jargão: “Jesus mandou”, para animar a igreja ou algo do tipo. Porém, isso é complicado, pois pode até enganar aqueles que não conhecem a Bíblia, porém outros, que tem conhecimento, certamente não serão enganado.

Claro que, não podemos ficar céticos, achando que em nenhum momento Jesus vai mandar fazer algo, ele pode sim mandar e quando assim fizer devemos fazer. Temos que ter em nós um espírito de discernimento, sabendo o que é ou não do Espírito de Deus.

 

Pregar e não viver aquilo que se prega

O que considero o maior pilar da Enfoque Bíblico é justamente nosso lema e missão: “Estudando a Bíblia para uma vida transformada”. Não devemos estudar a Bíblia somente para ensinar, acima de tudo temos que colocar de confronto a realidade da Bíblia com a nossa, sabendo como mudar nossas atitudes e pensamento.

Se você subir em cima de um altar para pregar aquilo que não vive, vai estar igual os escribas e fariseus da época de Jesus, ao qual o próprio chamou eles de hipócritas, João Batista vai a fundo e chama de raça de víboras.

Hipocrisia, é você falar algo quando na verdade não vive aquilo. Infelizmente, esse é um erro que pode afetar os pregadores. Geralmente esse erro ocorre por causa da motivação falsa, vou explicar melhor…

Imagine que uma pessoa, quer ser pregador por causa da fama, status e reconhecimento. A motivação dela é falsa, então vai fazer de tudo para “ser um pregador”, muitas das vezes não fazendo pelo amor a Palavra.

Você deve pregar a Bíblia, porque ama e quer ver outras pessoas salvas junto com você lá na eterna Jerusalém. Vamos analisar uma situação bíblica sobre isso:

“Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no Reino dos céus, mas aquele faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos me dirão naquele Dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? E, em teu nome, não expulsamos demônios? E, em teu nome, não fizemos muitas maravilhas? E, então, lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade.” (Mateus 7.21-23)

Você consegue entender esses versículos mencionado acima? Muitos vão chegar naquele dia dizendo Senhor, mas, Jesus vai falar: “Nunca vos conheci”. Isso é realmente grave, mostra aquilo que podemos também errar.

Não adianta pregar por outros motivos e acabar não vivendo a Bíblia, devemos acima de tudo praticar o estilo de vida que o evangelho propõe. Costumo dizer o seguinte: “Dom não leva para o céu, mas, frutos é o caminho reto para o céu.”

Se você perceber, nos versículos de Mateus 7.21-23, as pessoas que chegaram até Jesus tinham dons, de profetizar, expulsamos demônio e fazer maravilhas, porém, mesmo assim foram rejeitadas. Pois não adianta tem dom e não ter frutos.

Frutos só é possível por uma vida que vive a Palavra. A árvore é conhecida pelos frutos.

 

Não fala com Deus, mas, quer falar com o povo de Deus

Diria até que esse último erro a ser analisado, é completo do mencionado acima (Pregar e não viver aquilo que se prega). Muitas pessoas querem falar com o povo de Deus (Igreja), contudo, não falam com Deus (Oração).

Já parou a pensar quanto tempo você ora por dia? Como você quer pregar para a noiva do Cordeiro, se nem ao menos conhece o Cordeiro. Oração é desenvolver relacionamento, se não tiver relacionamento com o Espírito Santo, não tem pregação.

O conhecimento pode ser adquirido, agora a unção é só por meio da oração. Pregar sem unção não adianta de nada, vão ser apenas palavras jogada ao vento.

Muitas pessoas menosprezam isso, arrumando desculpas como:

  • Não consigo orar mais de 5 minutos porque não tenho palavras.
  • Não consigo orar por falta de tempo.
  • Não vou orar pois isso é muito chato.

Irmãos e irmãs, que Deus venha ter misericórdia de nós se já falamos isso. Você está rejeitando passar um tempo com Deus, autor e consumador da nossa fé! Agora temos tempo para tudo, nossos Smartphones, consomem muito de nosso tempo, faz o seguinte, deixa ele de lado e vá orar!

Achei engraçado quando conversei com um jovem, e o maior desejo dele é “ser um pregador itinerante”, então eu perguntei o seguinte: “O que você tem feito para isso?”, sabe qual resposta tive? a seguinte: “Não tenho me dedicado muito, sou bem preguiço, não oro e nem leio muito.”

Jesus, com uma resposta dessa, como esse jovem quer ser pregador? Devemos orar incansavelmente, pedindo para Jesus vir a nos usar como verdadeiros ministros do evangelho e não animadores de platéia.

 

Conclusão

Espero fielmente que depois de tudo ao qual foi dito, se você tem errado em alguma coisa possa consertar a sua vida ministerial. Os erros aqui citados, não são para acabar com seu ministério e sim iluminar ele, proporcionamos os aprendizados, agora colocar em prática cada um deles é sua responsabilidade.

Para finalizar nosso ensinamento, tenho um último convite, se você quer realmente aprender absolutamente tudo sobre pregação, do completo zero, aqui na Enfoque Bíblico temos um treinamento chamado Pregador Qualificado.

Nele nós estamos ensinando alunos que querem realmente pregar, não estamos ensinando aquilo que não está na Bíblia, muito pelo contrário, falamos sobre pregação justamente segundo as Sagradas Escrituras.

Queremos que nossos alunos, possam ter um ministério abençoado, e graças a Deus já colhemos resultados por causa disso, veja por exemplo os seguintes comentários de dois dos nossos alunos:pregação comentários

O que eles aprenderam e foram edificados, você também pode! Vou deixar esse convite em aberto, clique aqui para conhecer o nosso curso completo para Pregadores Bíblico.

Desde já, muito obrigado por tudo! Se você estiver com dúvida, reforço dizendo, pode perguntar utilizando o campo comentário abaixo, temos o maior prazer em responder…

. .

2 Respostas: Erros comuns de muitos pregadores – Descubra quais são e como evitar!

  1. Jonatas de Jesus ferreira disse:

    Muitíssimo bom essas explicações Já passei a entender muitas coisas Muitas coisas que eu fazia errado a vou consertar porque esse estudo abriu a minha mente que a partir desses momentos jamais continuarei errando e agradeço muito a vocês por ter esse site maravilhoso no qual já me despertei muito e estou aprendendo bastante Estou orando bastante que Deus continue abençoando vocês por ser esse veículo abençoado Muito obrigado Pastor Felipe Bernardino

    • Felipe Bernardino disse:

      Amém irmão Jonatas, nosso prazer é ajudar justamente cada um de vocês. Que Deus possa abençoar o seu ministério, é importante para nós saber que cada um dos leitores estão buscando aperfeiçoar seu conhecimento, crescendo sempre. Fica na paz varão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *