Lições sobre: Os magos do Oriente e seus presentes ao Menino Jesus

os magos do orienteOs magos que vieram do Oriente tem muito a nos ensinar, comprovando que o nascimento de Jesus realmente foi especial. Aliás, um Deus no meio do seu povo (Jesus) realmente era algo além do comum, ou melhor, sobrenatural.

Veremos nesse estudo o significado de cada presente, sendo eles: Ouro, Incenso e Mirra. Essas três simples “ofertas” dadas a Jesus realmente nos mostra, que ali não estava apenas um menino, más sim um Rei, Sacerdote e Salvador.

Uma jornada de aproximadamente 1.600 km feita de camelo, foi exatamente esse trajeto que os Magos do Oriente trilharam para chegar até o recém-nascido Cristo. Eles fizeram tudo isso valer a pena, pois tornaram o nascimento dEle único e especial!

Algumas pessoas dizem que foram apenas três magos, outros, que foram mais magos. Afinal, quantos eram? o que eles eram? Veremos tudo nesse estudo de forma aprofundada.

Veja abaixo o texto que será analisado:

“E, vendo eles a estrela, alegraram-se muito com grande júbilo. E, entrando na casa, acharam o menino com Maria, sua mãe, e, prostrando-se, o adoraram; e, abrindo os seus tesouros, lhe ofertaram dádivas: ouro, incenso e mirra.” (Mateus 2.10-12)

Nesse estudo, você verá pontos importantes como:

  • A estrela do Oriente.
  • O rei Herodes, um homem que era vidrado no Poder.
  • Ouro, Jesus é Rei.
  • Incenso, Jesus é Sumo Sacerdote.
  • Mirra, Ele é o nosso bom Salvador.
  • Dúvidas comuns sobre Jesus e os magos do Oriente.

Agora, vamos aprofundar-se na Palavra de Deus!

 

Os magos que vieram do Oriente

A história de inicia com um nascimento, um tanto sobrenatural. O menino Jesus vem a Terra, nasce em Belém da Judeia ( Mateus 2.1 – Belém que significa: casa do pão), em um lugar que é a casa do pão, nada melhor do que nascer o Pão da Vida (João 6.35).

Ao nascer o Rei da Glória, uma estrela surge no céu (Mateus 2.1). Era comum do costume Oriental, achar que toda vez que uma estrela surgisse significava que, um Rei tinha acabado de nascer (informações de consulta para essa afirmação nas notas no final da página).

Imagino os magos do Oriente vendo aquela estrela, recolhem os melhores presentes e então vão em direção a estrela, uma jornada longa, como disse na introdução de aproximadamente 1.600 km a camelo.

Muito se fala sobre esses magos, alguns afirmam que foram 3 magos, outros dizem que foi mais que três. Alguns falam que esses “magos” eram reis, outros dizem que eram mágicos.

Porém, não podemos ir além da Bíblia Sagrada, primeiro ela não revela a quantidade de “magos” e muito menos o que eles faziam para serem chamados de magos.

Mas enfim, fizeram essa jornada até o menino, entretanto, no meio do caminho passam por Jerusalém.

 

O rei Herodes, o Grande

Quando passam por Jerusalém, vão falar o rei, este foi Herodes, o Grande, rei da Judeia de 39 a 4 a. C. Herodes, era o pai de Herodes Antipas, tetrarca da Galiléia, de 4 a 39 a. C. (homem que mandou degolar João Batista).

Herodes, o Grande, feito rei da Judeia pelos romanos, era um edomeu talentoso e enérgico, aumentando grandemente o esplendor de Jerusalém e construindo o templo que servia como centro dos cultos no tempo de Cristo.

Mas, sendo edomeu representava, naturalmente, a carne na sua inimizade contra o Senhor, e foi um dos monstros mais licenciosos, cruéis e sem escrúpulo de toda a antiguidade.

Teve nove meninos em Belém, matou, num ataque de ciume, a Mariane, sua mulher predileta e três de seus filhos. Depois de matar seu filho Antipater, morreu, comido de vermes, em maneira semelhante a seu neto Herodes Agripa.

Herodes, era simplesmente fissurado pelo poder. Pois isso a morte de seus filhos, não desejava de maneira nenhum que eles se levantassem para tomar seu trono.

Quando os magos vieram até ele, a pergunta que foi feita é simples: Onde está aquele que nascido rei dos Judeus? Porque vimos a sua estrela no Oriente e viemos a adorá-lo (Mateus 2.2).

Imagine o pensamento de Herodes ao escutar que tinha nascido um rei dos judeu, certamente como a Bíblia Sagrada afirma, ele perturbou-se com isso (Mateus 2.3), sabe o que é mais interessante, a Palavra de Deus diz que toda a Jerusalém também perturbou-se com ele (Mateus 2.3).

Uma cidade, que era para nesse momento estar adorando o Messias, estava perturbada. Diante dessa pertubação tanto de Herodes como Jerusalém, o sinédrio é reunido.

O rei preocupado convocou os príncipes dos sacerdotes e os escribas. Esses eram os dois grupos principais no Grande Sinédrio de Jerusalém, o tribunal de líderes religiosos dos judeus. Os príncipes dos sacerdotes eram os saduceus, e os escribas eram na sua maioria fariseus. Escribas significa literalmente “escritores”. Esses homens tinham a responsabilidade de copiar as Sagradas Escrituras e ensiná-las ao povo.

A pergunta que Herodes tinha era: onde havia de nascer o Cristo (Mateus 2.4). Eles respondem: em Belém da Judeia (Mateus 2.5-6).

Diante dessa afirmação, o rei vai até os magos e pede para eles procurarem diligentemente (com cuidado) pelo menino, e, quando acharem, voltar e avisar ele para que também pudesse adorar o rei dos judeus (Mateus 2.8).

Só que nós sabemos que, Herodes não queria de forma alguma adorar o menino. Pois ele tinha medo de uma pessoa conseguisse tomar o seu trono, na verdade, ele queria matar o menino Jesus (Mateus 2.16-18).

Porém, os magos obedecem e continuam sua jornada, sendo guiados pela estrela até que se deparam com a casa que estava Cristo (Mateus 2.9-11).

 

Os magos encontram o menino Jesus

A Bíblia relata que, logo que entram na casa aonde estava o menino Messias, prostram-se e adoram a criança (Mateus 2.11). Fiz questão de separar essa parte em um tópico completo pois isso representa muito.

Nós já vimos até aqui que, Herodes e Jerusalém estavam perturbados, enquanto alguns, estavam dessa maneira. Os magos pelo contrário, estavam jubilosos e adorando o Senhor (Mateus 2.10-11).

Assim devemos ser nós, devemos se render ao Senhor com grande alegria e adoração. Enquanto o mundo lá fora jaz no maligno (1 João 5.19), nós devemos continuar íntegros na presença de Jesus.

Continue persistindo nos pés daquele que, pode realmente solucionar os problemas de nossas vidas. Não importa se o mundo inteiro cair ao seu redor, se as vezes parece que só você continua clamando por algo. Fique contente pois o próprio Jesus é seu consolo por intermédio do Espírito Santo.

E eles quando adoraram ao menino Jesus, ofertam o que a Bíblia chama de dádivas (Uma dádiva representa aquilo que é dado, um presente ou uma oferta). Os presentes que o Cristo recebeu foi: Ouro, Incenso e Mirra.

Sabe nada na Bíblia é por acaso, e é justamente aqui que vou te explicar algumas coisas importantes, vamos falar sobre cada presente que Jesus recebeu e entender que eles simbolizavam algo muito maior.

 

Ouro, o símbolo do Reinado de Cristo

Ouro, é o presente ideal considerado pelos judeus e também antepassados, para dar-se a um Rei. Porque Jesus então, recebeu um ouro como presente? Era “apenas um menino em uma manjedoura”, não estava em um palácio e muito menos em um trono. Calma, vou te explicar que o Mestre Jesus é rei eternamente, como isso? veja abaixo.

O livro de Daniel revela que Nabucodonosor teve um sonho, a respeito desse sonho, ele pediu que os “magos, astrólogos, encantadores e os caldeus declarassem o sonho e também a interpretação do mesmo. Contudo, nenhum deles conseguiu.

O rei Nabucodonosor ficou irado com isso, e disse que se ninguém revelasse iria matar a todos sábios da Babilônia. Então essa notícia chegou até Daniel, um dos sábios, e ele foi perguntar para Deus o sonho e a interpretação do mesmo.

Até que Deus revelou, e ele vai até o rei. Eu vou resumir e explicar aqui para vocês da melhor forma.

O sonho mostrava uma estátua, a cabeça dela era de ouro significando a Babilônia, o peito e os braços de prata representando o império Medo-Persas, o ventre e os quadris de bronze simbolizando o império da Grécia e por último as penas de ferro e os pés de ferro e barro.

magos do oriente

Mas, toda essa estátua produzida foi derrubada por uma pedra, que se transformou em uma montanha e durou para sempre.

Agora você deve estar perguntando-se, o que isso está relacionado com o ouro que Jesus recebeu que significa reinado? Calma, é bem simples. A estátua foi os impérios que já existiram, porém todos esse impérios passaram com o tempo, mas a pedra que derrubou todos eles e se transformou em uma montanha durou para sempre (a respeito de toda esse história de Daniel está escrito em Daniel capítulos 1 e 2).

Agora me responda: quem é a Pedra? Sim Jesus Cristo com seu reinado que dura eternamente! Ou seja, ele é Rei eternamente. Você quer ver como Ele é Rei vitorioso?

Apocalipse 19.11-16 diz quando ele veio para destruiu a besta e o falso profeta, na sua veste e na sua coxa tem escrito este nome: REI DOS REIS E SENHOR DOS SENHORES. 

Glória a Deus! Isso comprova que o outro que ele recebeu, simbolizava que quem estava ali não era simplesmente um menino, mas sim, um Rei ao qual por mais que todos reinados passem, o seu jamais passará, pois ele é Rei eternamente.

Se você quiser ver mais versículos sobre Jesus como Rei, pode encontrar em: 2 Coríntios 8.9 e Colossenses 1.15-19.

 

Incenso, o símbolo do Sacerdócio de Cristo

O incenso que Jesus recebeu, mostra o Sumo Sacerdote que nós temos em nossas vidas.

A Bíblia revela que no antigo testamento, era necessário do Sacerdote e o Sumo Sacerdote para interceder pelo povo no templo. Porém, com a vinda de Cristo, e sua morte, a Palavra de Deus vai dizer em Mateus 27.51 que esse templo, o véu dele rasgou, ou seja não existia conseguia existir mais.

Então agora, sem Sacerdote e Sumo Sacerdote, quem vai interceder pelo povo se não tem o templo? Isso não é problema nenhum, pois nós temos um Sumo Sacerdote eterno segundo a ordem de Melquisedeque (Salmos 110.4 / Hebreus 2.17 / Hebreus 7.21).

Ou seja, quem intercede por nós eternamente é o próprio Jesus. Não é necessário mais matar animais e fazer holocausto como os Sacerdotes de antigamente, pois, Cristo entregou-se na cruz do Calvário como o verdadeiro Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo (João 1.29).

Veja bem o que o Texto de Hebreus 8 versículos 1 e 2 dizem sobre esse Sumo Sacerdote: Ora, a suma do que temos dito é que temos um sumo sacerdote tal, que está assentado nos céus a destra do trono da Majestade, ministro do santuário e do verdadeiro tabernáculo, o qual o Senhor fundo, e não o homem.

Que maravilha! Jesus nesse exato momento, está no céu assentado a destra do trono da Majestade, e Ele é ministro do verdadeiro tabernáculo (templo), ao qual não foi feito por mãos de homens, mas sim, pelo Senhor.

Sabe se Jesus é nosso Sumo Sacerdote, todas as vezes que você ora, Ele intercede por você! Todas as vezes que você está clamando diante de alguma circunstância, lá está Ele intercedendo por você pelo seu Espírito Santo.

 

Mirra, o símbolo da Salvação na Cruz

Mirra era uma especiaria utilizada para embalsamar um corpo morto. Notamos na própria Bíblia que Jesus foi embalsamado com mirra.

Em João 19.38-42 diz que Nicodemos portava as especiarias, levando quase cem livras de mirra e aloés. Ou seja, utilizaram mirra no corpo de Jesus como era costume do judeus.

Mirra era comum entre aqueles que eram morriam, então porque Jesus que tinha acabado de nascer recebeu mirra? Ele não estava morto, muito pelo contrário tinha ainda anos pela frente.

Mas a explicação é simples, Jesus recebeu mirra porque desde o seu nascimento, desde cada simples presente, Ele já estava mostrando o propósito maior de sua vinda aqui na terra. Isto é, Ele veio ao mundo para entregar a sua vida como salvação de todos aqueles que o aceitarem

“Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus, nosso Senhor.” (Romanos 6.23)

Jesus realmente nos impressiona com cada ato, quando imaginamos que um Deus despiu-se de sua glória para vir até homens pecadores como nós, isso chega a “arder o coração em chamas do Espírito Santo!”

A salvação dada por Cristo é tão linda e misericordiosa, ela não faz acepção de pessoas. Simplesmente, está disponível para todos aqueles que compreendem o evangelho a decidem seguir a Jesus como único e suficiente salvador.

Mas, é difícil ter esse tal de Jesus como salvador? Não, veja o que a Bíblia diz:

“A saber: Se, com a tua boca confessares ao Senhor Jesus e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dos mortos, serás salvo.” (Romanos 10.9)

Para ter o Mestre em sua vida, basta confessar com a boca e crer com o coração. Que dádiva maravilhosa! Jesus foi presentado, mas, o maior presente foi Ele mesmo que nos deu.

 

Conclusão – Jesus é Rei, Sacerdote e Salvação

Irmãos e irmãs, espero que cada presente tenha fica o máximo claro à você. Entenda uma coisa, Jesus deve ser Rei, Sacerdote e Salvação em sua vida, pois , se isso não ocorrer, certamente a sua jornada aqui na terra será uma catástrofe em trevas e ruínas.

Devemos sempre compreender que carecemos absolutamente de Cristo. Se você observar cada texto bíblico, eles representam um Deus maravilhoso diante de uma humanidade caída, sabe quem é a humanidade caída? Eu e você.

Até para respirarmos necessitamos do fôlego de vida que somente Ele nos dá.

Dependa de Deus, viva com Deus, pois tenho certeza que existe ainda grande promessas a serem realizadas em sua vida.

Se você gostou muito desse aprendizado bíblico, pode receber estudos exclusivos diretamente em seu celular, diversas pessoas já tem testemunhado das transformações em suas vidas por intermédio da palavra de Deus, basta clicar na imagem abaixo ou se preferir clique aqui.

 


Notas:

Comentário Bíblico Beacon – Mateus.

Comentário Bíblico – Orlando Boyer – Espada Cortante (Mateus).

. .

14 Respostas: Lições sobre: Os magos do Oriente e seus presentes ao Menino Jesus

  1. Leane Sinnemann disse:

    A Paz do Senhor! Muito bom o estudo. Parabéns!

  2. Juliana Duarte Vieira disse:

    A paz do Senhor, irmão Felipe.
    Muito bom o estudo. Em minha igreja conversamos um pouco sobre esse assunto na última Escola Bíblica. Mas o pastor citou que o incenso era por Jesus ser Deus, pois os incensos eram oferecidos aos deuses.
    Aguardo novos estudos.
    Deus o abençoe!

    • Felipe Bernardino disse:

      A paz irmã Juliana, fico feliz que tem aprendido mais sobre a Palavra de Deus.. Essa interpretação do seu pastor está correta também, na Bíblia o incenso que era utilizado pelo Sacerdote era para Deus. O que acontece é que ele utilizou uma linha de interpretação e eu outra, mas se forma alguma está errado, fica na paz irmã 😀

  3. Fernando disse:

    Paz amado ,muito bom e edificante este conteúdo bíblico, que Deus em Cristo te abençoe ricamente em conhecimento e sabedoria sempre. Fica na paz

  4. EMERSON NUNES disse:

    MEU IRMÃO PARABENS BOY DEUS TE ABENÇOE!!!!!!!! QUE ELE POSSA ILUMINAR A TUA MENTE CADA VEZ MAIS E AQUECER O TEU CORAÇÃO NO ESTUDO DA PALAVRA.
    UM ABRAÇO

    • Felipe Bernardino disse:

      Amém irmão Emerson, fico muito feliz por sua vida!! Que Deus possa te abençoar todos os dias e muito obrigado pelas palavras.

  5. Marcos Donizete disse:

    A Paz do Senhor, irmão Felipe…isso sim é um autêntico estudo pra ser dado um em Culto de Ensino da Palavra. Aprendi muito com todo este conteúdo . Acredito que uma hora talvez seja pouco tempo pra se aprender uma palavra como essa. Parabéns que Deus continue lhe inspirando cada vez mais…!!!!!

    • Felipe Bernardino disse:

      A paz do Senhor irmão Marcos, a Palavra de Deus realmente é maravilhosa em nossas vidas! Muito obrigado pelas palavras, Deus te abençoe vaso!

  6. Maria Edna disse:

    A Paz do Senhor Filipe,fiquei maravilhada com esse estudo,a sua esplicação foi ótima aprendi bastante. Que Deus ti abençõe!

    • Felipe Bernardino disse:

      Amém irmã Maria, fico muito feliz que eu consegui te ajudar… Com certeza bênçãos do céu estão sobre a sua vida! Deus abençoe…

  7. Maria Edna Pereira doa Santos disse:

    A Paz do Senhor Filipe,fiquei maravilhada com esse estudo,a sua esplicação foi ótima aprendi bastante. Que Deus ti abençõe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *