Vós sois sal da terra e luz do mundo: Veja o verdadeiro significado!

sal da terra e luz do mundoJesus nos ensina que devemos ser o sal da terra e luz do mundo, se fosse para colocar no meu entendimento, diria que é uma das funções do cristão de mais importância. Ser sal e luz, e tão necessário e infelizmente, em pleno século vinte e um, muito tem deixado essa ordenança de lado.

No momento que Cristo pronuncia essas falas que vamos estudar hoje, ele tinha acabo de ensinar sobre as bem-aventuranças, ao qual já falamos aqui no site. Ele primeiro ensina sobre como o crente deve se portar diante do mundo, agora dizendo que eles são sal e luz, está os motivando a não parar.

Por mais que pareça difícil de obedecer essa parte da Bíblia, porque muitas das vezes pode soar duro, devemos entender que as Palavras do Mestre de Nazaré, sempre são para a edificação nossa!

Eu já vi muitas pessoas ministrar nessa passagem e pregar coisas absurdas, um pensamento totalmente antiético e antropocêntrico, por isso, nesse artigo quero destrinchar com exatidão em cima do texto. Honrando ao máximo o sentido verdadeiro apresentado no texto, e também trazendo aplicações práticas para nossa vida.

Para você que está tentando educar seu filho da maneira correta, pregando para pessoas no serviço, tentando evangelizar seu familiares ou coisas similares, quero te dizer que, você está no estudo correto. Essa passagem apesar de simples, vai te impressionar. (Atenção! respondemos essas perguntas no último tópico, leia até o final)

O texto que será analisando, está contido em Mateus capítulo 5 versículo 13 ao 16:

“Vós sois o sal da terra, e, se o sal for insípido, com que há de salgar? Para nada mais preta, senão para se lançar fora e ser pisado pelos homens. Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte; nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas, no velador, e dá luz a todos que estão na casa. Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem o vosso Pai, que está nos céus.” (Mateus 5.13-16)

Nesse estudo vamos aprender:

  • O erro comum ao analisar esse texto.
  • Vós sois o sal da terra.
  • Vós sois a luz do mundo.
  • Glorificando ao Pai.

Por isso, quero acreditar que, se esse ensinamento tocar na sua alma, sua vida será transformada hoje e você vai aprender como se aproximar mais de Deus.

 

O erro comum ao analisar esse texto

Quero começar esse estudo, falando sobre um erro muito comum quando alguém prega ou cita esses versículos. Comumente, vejo pessoas dizendo que Jesus disse para sermos o sal da terra e luz do mundo, e quero dizer que isso está errado!

Como assim? Simples, Cristo em nenhum momento disse para “sermos”, muito ao contrário, ele disse: “Vós sois”. Sem exitar, o Messias descreve que nós já somos o sal da terra e luz do mundo. Isso ocorre pelo fato de que, ele já vinha falando sobre o caráter cristão nos versículos anteriores, então, se uma pessoa está disposta a seguir esses ensinamentos, certamente ela é, o sal e luz.

Quando colocamos essa fala pensando no futuro, isso é, no “sermos”, começamos a adiar a ideia, e praticar só lá na frente. Temos que saber que, o Verbo, espera isso de nós hoje! Já devíamos estar fazendo a diferença a muito tempo, e não esperar o momento certo.

O que mais acho engraçado, é que hoje em dia vivemos a sociedade do imediatismo, aonde todas as pessoas querem as coisas para agora. Um exemplo disso são os fast-food e até comida de microondas. Não temos paciência mais para esperar, queremos de forma rápida e simples, porém, quando falamos do evangelho, geralmente as pessoas adiam por tudo, e principalmente no fato de servir a Cristo.

Mesmo com toda a felicidade de ser salvo e liberto do inferno, devemos saber que isso também trás responsabilidades. E jesus, está para descrever elas, vejamos.

 

Vós sois o sal da terra (Mateus 5.13)

Você já comeu algo sem tempero? Se sim, acredito que não gostou. Uma comida sem tempero não tem gosto, fica algo difícil de engolir. Assim é a vida do cristão, ele deve ser sal da terra, isto é, produzir um tempero nesse mundo aonde a corrupção, cobiça e pecado impera.

Se não bastasse, o sal também serve para conservar. Quando peixes eram transportados no lombo de burros por cento e sessenta quilômetros de Cafarnaum até Jerusalém, eles tinham que ser abundantemente salgados. Assim, o seguidor de Cristo deve agir como um conservante no mundo. Não se pode deixar de imaginar o que aconteceria com a sociedade moderna, com toda a sua podridão moral, se não fosse a presença da igreja cristã.

Resumindo o que foi dito acima, temos dois deveres como sal: dar gosto e conservar. Quando estamos dando gosto, fazemos pelas pessoas, agora, quando conservamos, fazemos pelo mundo.

Não adianta ser cristão e não dar gosto na vida dos demais. Temos que ser pessoas bondosas, que ao chegarem perto de nós toda a sociedade se sinta bem. Não é possível agradar a todos, porém, com esforço e dedicação a Deus, certamente conseguiremos atrair parceiros fiéis ao nosso lado. Não podemos de forma alguma ser insípido, isto é, aquilo que não tem gosto.

Agora, imagine também, com toda a tristeza e calamidade que vemos mundo afora. O que seria desse planeta se não tivesse aqueles que ainda lutam pelos direitos humanitários? Nós somos esses que lutam pela humanidade, lutamos pela família e direito iguais.

Jesus, ele foi um grande exemplo de ser sal da terra. Em todo lugar que chegavam, aqueles que realmente entendiam sua perfeição, amavam estar ao seu lado. E mesmo se assentando no meio de publicanos e pecadores, não se contaminava, antes, conservou-se até o fim, puro e incontaminado.

Mão sei se você já passou por essa experiência, mas, já escutei muitas pessoas dizendo que, chegaram em lugares públicos e não conheciam ninguém, entretanto, com as suas atitudes, facilmente foi reconhecido como cristão. Que maravilha! isso significa que a pessoa de Cristo foi glorificada por aquela vida, e assim deve ser todos nós.

 

Vós sois a luz do mundo (Mateus 5.14-16)

Jesus quando fala sobre a luz do mundo, ele dá dois exemplos importantes, o primeiro da cidade edificada, o segundo da candeia.

 

  • Cidade edificada:

Para entendermos melhor essa parte, vejo a necessidade de relembra o versículo: “Vós sois a luz do mundo; não se pode esconde uma edificada sobre um monte.” (Mateus 5.14)

Os cristãos são como uma cidade edificada sobre um monte, uma imagem comum na Palestina. Gostem ou não, eles estão expostos perante o mundo o tempo todo. Não se pode mais escapar de sua influência, assim como ninguém é capaz de fugir de sua própria sombra.

A luz não tem outra função se não iluminar. É para isso que devemos ser uma cidade edificada sobre um monte. Se temos realmente a luz de Cristo em nossas vidas, não precisamos ser tímidos, mas sim, destemidos tudo para honra e glória do Senhor.

Eu já conheci cristão que depois de muito tempo me falaram sobre a sua fé, e até alguns que eu nem imaginava ser seguidor do Altíssimo. Isso se deve, porque muitas pessoas, preferem o anonimato ao invés de publicamente confessarem sua crença.

Agora, falando das piores hipóteses, isso também pode acontecer porque, muito falam que são cristão, porém, suas atitudes estão longe de ser puras.

Devemos ser influenciadores para o lado positivo, iluminando corações afastados da presença de Deus. Fomos constituídos verdadeiramente para levar o evangelho aos quatros cantos dessa terra (Marcos 16.15).

 

  • Candeia (Mateus 5.15):

Jesus vai dizer que ninguém acender uma candeia para colocar debaixo da mesa, mas sim para colocar no velador. Candeia é luz, e velador é o lugar que se coloca a luz.

Assim como a lua reflete a luz do sol no lado escurecido da terra, a igreja deve refletir os raios do “Sol da Justiça”. Não podemos ficar se escondendo “debaixo de mesas”, entenda o seguinte, hoje vivemos com pessoas que estão com todas suas forças difamar o cristianismo, seja aqueles que escandalizam ou outros que são contra.

Se cada um de nós se calarmos, como ficará a sociedade? Lembre-se do que Paulo falou ao jovem Timóteo:

“Conjuro-te, pois, diante de Deus e do Senhor Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, na sua vinda e no seu Reino, que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina.” (2 Timóteo 4.1-2)

Pregar a Palavra da verdade é uma necessidade de todo servo de Deus. Vou também citar um comentário sobre esse versículo:

O termo candeia deve ser entendido como “lâmpada”; alqueire deve ser entendido como “medida de cereal” ou “cuba de farinha”; velador deve ser entendido como “castiçal”. Não se usavam velas nos dias de Jesus, mas pequenas lâmpadas de barro do tamanho aproximado da palma da mão de um homem. Muitas lâmpadas do tempo de Cristo foram desenterradas na Palestina. Nas casas sem janelas daqueles dias, a lâmpada deveria ser colocada em um pedestal, ou mais provavelmente em um nicho na parede de barro; ela daria luz a todos aqueles que estivessem na casa. Isto seria literalmente verdadeiro nas casas de apenas um cômodo das pessoas pobres da Palestina. O azeite era o combustível usado nestas lâmpadas. (Comentário bíblico BEACON – Volume 6)

Fiz questão de colocar essa citação, pois no final diz que o azeite era o combustível usado nessas lâmpadas. Sabe o que isso significa? Não adianta pregar se não tiver azeite, não adianta tentar iluminar se não tiver azeite, não adianta cantar se não tiver azeite e assim por diante.

O azeite é a consagração de Deus em nossas vidas. Se você não tiver uma vida de comunhão com Deus, certamente não irá iluminar, porém, se tiver em conformidade com seu Mestre, pode ter certeza que já está no tempo de ser luz.

 

Conclusão – Glorificando ao Pai (Mateus 5.16)

Falei sobre algumas perguntas no início desse estudo, e agora respondo todas elas: Se você está com dúvidas sobre isso, quero te dizer que a melhor maneira de ensinar, é sendo exemplo e glorificando o Pai em nossas vidas.

Vale ressaltar esse último versículo a ser discutido:

“Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem o vosso Pai, que está nos céus.” (Mateus 5.16)

Tudo isso que vamos fazer sendo sal e luz, em nenhum momento é para nossa glória e sim para de Deus pai. Existem pessoas que por fazer obras grandiosas, começam a crescer seu orgulho e seu ego, porém, isso está totalmente equivocado.

Ser sal e ser luz, serve para cada um de nós dar exemplo de como um cristão verdadeiro é. Fazendo que o nome de Jesus seja o maior nome em nossa vida. Se muitas das vezes as suas atitudes não tem glorificado a Deus, acho melhor repensar cada uma delas.

Meus irmãos e irmãs, eu tenho que assumir, sou bem jovem, consequentemente, vivo no meio deles. Muitas das vezes estou vendo uma juventude afastada do Senhor, muitos, estão preocupados com as coisas terrenas e distante da vontade dos céus.

Aos pais, aconselho que todos os dias ensinem aos seus filhos sobre a Palavra, dando um exemplo. Aos jovens, aconselho que se dediquem ao máximo nessa fase da vida ao Senhor, pois o tempo passa, e amanhã pode ser tarde demais.

Espero que essas palavras tenha tocado em seu coração, qualquer dúvida, não exite em perguntar no campo comentário abaixo, pois, respondo a todos os comentários sem exceções. Se essa mensagem, edificou a sua vida, conte-nos também utilizando o campo comentário abaixo, pois, assim como esse sermão te abençoou, certamente seu testemunho será de grande valor.

 


Notas:

Versão bíblica – Almeida corrigida e revisada (Fiel)

Comentário bíblico BEACON (Volume 6)

. .

10 Respostas: Vós sois sal da terra e luz do mundo: Veja o verdadeiro significado!

  1. José de Ribamar Silveira Paixão disse:

    Amém!! Jesus é tudo! Há oito anos conhecir Jesus e tenho o desejo ardente no meu coração por Ele cada dia mais aumenta essa chama dentro de mim, não existe outra felicidade. Ter a luz de Deus é maravilhoso. Hoje milha vontade é fazer a vontade dele.

    • Felipe Bernardino disse:

      Irmão José, fico muito feliz pela sua história, que esse amor por Cristo possa se multiplicar na sua vida e não só na sua mas na de todos nós, que venhamos o ter como exemplo.. Querendo sempre fazer a vontade dEle!

  2. Antonio Sarmento disse:

    Amém, maravilhoso estudo sobre sermos o sal da terra e luz do mundo , obrigado ! apendi mais ainda DEUS ti abençoe. .

  3. Ruiter Roquete De Melo disse:

    Muito bom eu e a minha esposa somos gratos a Deus e a você irmão Felipe Bernadino pela sua dedicação ao Senhor.Amém e que : Em todo o tempo sejam alvas as tuas roupas, e nunca falte o óleo sobre a tua cabeça. Eclesiastes 9:8

    • Felipe Bernardino disse:

      Amém irmão Ruiter, que a paz do Espírito Santo esteja sobre sua vida e a vida de sua esposa! Eu com certeza fico muito feliz poder entrar com a Palavra de Deus dentro de lares e famílias… Deus abençoe!

  4. Lina disse:

    Obgda
    Deus te abençoe ricamente.

  5. Elson Luiz disse:

    O Senhor é contigo, varão de Deus.Continue com essa dedicação ao estudo da “Palavra de Deus”e nos abençoe com o agir do Senhor na sua vida, poderosamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *