9 Características Fundamentais de qualquer Igreja (Estudo Completo)

Quando falamos sobre a igreja de Jesus, existe algumas observações que devemos levar em conta. Quero trazer nesse estudo 9 características fundamentais de qualquer igreja de Jesus.

Quero me basear principalmente em textos bíblicos como referência, levantando ensinamentos que você precisa saber.

Talvez ao decorrer do estudo você perceba diversas diferenças com alguma igreja que você congrega, contudo, jamais devemos deixar de congregar (Hebreus 10.25), antes devemos ser pessoas transformadas que provocam a transformação.

Quando falamos sobre igreja, temos que entender que é composta por pessoas. Assim sendo, ter a perfeição em alguma igreja vai ser muito difícil, até porque são pessoas.

Até mesmo a igreja primitiva teve imperfeições. Observamos que Jesus disse para eles pregar em Jerusalém, Judeia, Samaria e até os confins da terra. Porém, a princípio não fizeram isso. Um sinal que eles também tinham falhas.

Veja abaixo o que vamos abordar nesse estudo de hoje:

  • A igreja é uma reunião de discípulos.
  • Podemos ser “desigrejados”?
  • A igreja é um lugar de edificação.
  • A igreja é um lugar organizado, com ordem e decência.
  • A igreja é um lugar aonde devemos estar bem ajustados.
  • A glória na igreja é somente a Deus.
  • A igreja está sujeita a Cristo.
  • A igreja é um lugar de doutrina, comunhão, partir do pão e orações.
  • A igreja é a casa de Deus, coluna e firmeza da verdade.

Vale ressaltar que publiquei também esse conteúdo em vídeo, se você quiser assistir o vídeo está logo abaixo:

A igreja é uma reunião de discípulos

A primeira característica que não podemos deixar de comentar é que a igreja é uma reunião de discípulos.

Em Mateus 28.19 encontramos Jesus dizendo: Portanto, ide, fazei discípulos de todas as nações…

É interessante nós definirmos igreja como uma reunião de discípulos, porque discípulo significa: “Aquele que é aluno.”

Assim sendo… Todas as vezes que erramos em algo, temos que entender que somos alunos, devemos recolher aprendizados de nossos erros.

E por mais que se passe o tempo, jamais vamos deixar de ser alunos de Jesus Cristo. Sempre vamos ter algo novo para aprender da parte de Deus para nossas vidas.

Hoje em dia, infelizmente muitas pessoas no primeiro tropeço já estão desistindo, não entendem que nossos erros é para mostrar justamente aonde devemos acertar. Leve essa palavra no seu coração.

Podemos ser “desigrejados”?

Hoje em dia muitas pessoas estão aderindo a um movimento chamado “desigrejados”, onde julgam que não precisam estar fisicamente em uma igreja para serem igreja.

E por incrível que pareça esse movimento não é só dos nossos dias, na verdade, muito antigamente os escritores bíblicos já estavam lutando contra ele.

Veja Hebreus 10.25: “Não deixemos de reunir-nos como igreja, segundo o costume de alguns, mas encorajemo-nos uns aos outros, ainda mais quando vocês vêem que se aproxima o Dia.”

Se você foi um leitor atencioso do texto, percebeu que o escrito aos Hebreus disse: “Não deixemos de reunir-nos como igreja.” Em algumas outras versões podemos encontrar “Não deixemos a nossa congregação.”

Ele ainda complementa sua escrita com “como é costume de alguns”, ou seja, desde aquela época já tinham aqueles que julgavam não precisar da igreja.

Uma das características da igreja de Jesus é justamente que todos devem se reunir. Pois quando estamos unidos, edificamos uns aos outros segundo a graça de Cristo.

Não adianta abandonamos a nossa congregação, se você tem pensado isso, te digo agora mesmo, desista disso! Seja como for a igreja que você congrega, o maior erro está em você e não nela.

A igreja é um lugar de edificação

Uma característica maravilhosa da igreja de Jesus é que quando estamos reunidos é para edificar uns aos outros, com aquilo que Deus entregou em nossas mãos.

Para falar sobre isso, vou utilizar o texto de 1 Coríntios 14.26: “Que fareis pois, irmãos? Quando vos ajuntais, cada um de vós tem salmo, tem doutrina, tem revelação, tem língua, tem interpretação. Faça-se tudo para edificação.”

Vale ressaltar que é para edificação e não concorrência… Quando estamos unidos, é para recebermos juntos a graça de Deus em nossas vidas.

  • Se você ama pregar, pregue.
  • Se você gosta de louvar, louve.
  • Se você ama evangelizar, evangelize.
  • Assim por diante…

Tudo que fazer é para trazer edificação no corpo do Senhor. É por isso que não podemos entrar em contendas e vãs discussões, antes, precisamos urgentemente ter o verdadeiro objetivo em nosso coração.

Hoje em dia, infelizmente, muitos se perdem naquilo que não é necessário, contudo, você não precisa ser assim!

A igreja é um lugar organizado, com ordem e decência

O culto ao Senhor deve ser organizado, não é um evento qualquer, muito menos uma atitude qualquer… Temos que ter ordem e decência naquilo que fazemos:

“Mas faça-se tudo decentemente e com ordem.” (1 Coríntios 14:40)

Acredite, esse é uma característica que as igrejas mais “modernas” estão esquecendo. Eu já ouvi falar a respeito de:

  • Igrejas que fazem “bate cabeça”.
  • Igrejas que dançam forró.
  • Igrejas que não tem momento da palavra, é tudo “oba oba”.

Com isso, a pergunta que fica é: “Quais são os padrões que igrejas assim tem priorizado?” Porque o padrão bíblico é ter ordem e decência.

Podemos pegar o significado das duas palavras para clarear nosso entendimento:

  • Significado ordem: Organização, ordenação, arrumação, disposição, distribuição, posição, ordenamento, arranjo, esquema, estruturação.
  • Significado decência: Conformidade com os padrões morais e éticos da sociedade; dignidade, correção, decoro.

Se não tem nenhum desses dois, é melhor repensar o que é ser igreja.

A igreja é um lugar aonde devemos estar bem ajustados

A igreja quando está bem ajustada, com comunhão e cada um cumprindo seu papel, tem crescimento da parte de Deus.

“Dele todo o corpo, ajustado e unido pelo auxílio de todas as juntas, cresce e edifica-se a si mesmo em amor, na medida em que cada parte realiza a sua função.” (Efésios 4:16)

Esse versículo é incrível. Podemos recolher aprendizados únicos dele. Vejamos dois abaixo:

1 – Quando o corpo não está bem ajustado não tem crescimento.

Se somos verdadeiramente o corpo de Jesus Cristo, cada um deve estar cumprindo seu papel, porque se isso não acontecer não vamos experimentar o crescimento.

É por isso que lideranças infrutíferas devem ser remanejadas, pois muitas das vezes, não estão cumprindo o papel certo. Isso não quer dizer que são desprezáveis, muito ao contrário, são totalmente úteis, desde que cumpram aquilo que foram chamados.

2 – Edificamos uns aos outros em amor.

Se queremos realmente estar bem ajustados, o amor deve estar em nosso meio. Tanto o amor para com fazer a obra de Deus como com o próximo.

Tudo que fazemos diante do Senhor devemos colocar nossos sentimentos bons, até porque, se for uma função qualquer, se torna algo religioso e não agradável a Deus.

É por isso que eu te pergunto, como está sue amor por Jesus e por sua obra? Inclusive, publiquei um conteúdo no canal do youtube ao qual falamos sobre isso:

A glória na igreja é somente a Deus

É importante falarmos isso, pois hoje em dia as pessoas estão transmitindo a glória que é dada a Deus aos homens.

Pr Hernandes Dias Lopes faz um comentário interessante sobre a igreja primitiva, ele diz que: “A igreja primitiva adorava a Deus, amava as pessoas e usava as coisas.”

Hoje em dia, infelizmente esses valores se inverteram, as pessoas estão adorando a sí mesmo, usando o próximo e amando as coisas.

De igual modo, jamais devemos esquecer que a glória na igreja é somente a Deus. Isso é bíblico:

“A ele seja a glória na igreja e em Cristo Jesus, por todas as gerações, para todo o sempre! Amém!” (Efésios 3:21)

Essa glória a Deus é feita por intermédio de Jesus Cristo, é por isso que jamais devemos deixar de apresentar Cristo em nossas pregações.

Não importa como você começa a ministrar, toda mensagem no final das contas tem que apontar para Jesus.

Se sua igreja não prioriza a pregação do evangelho, possivelmente a glória a Deus vai se perdendo. É por isso que precisamos ter tempo suficiente em todos os cultos para falar sobre Jesus.

A igreja está sujeita a Cristo

Os homens zelam pela casa de Deus, mas a igreja não tem dono humano, ela está sujeita somente a Cristo:

“De sorte que, assim como a igreja está sujeita a Cristo…” (Efésios 5.24)

Sabe a grande verdade que encontramos? Já que a igreja está sujeita a Cristo, isso implica dizer que nossas atitudes devem ser semelhantes ao nosso Mestre.

Será que atualmente suas atitudes demonstram o Cristo que você serve? Se não demostrar, está na hora de rever aquilo que você faz e fala.

O Pr. Elizeu Rodrigues, comenta bastante que hoje em dia os hinos não chamam mais Jesus de Senhor, pois começaram chamar de “você”.

A verdade é que isso é uma poderosa ferramenta de Satanás, se ele tira o senhorio de Cristo de nossas vidas, começamos desprezar os modelos de Cristo em nossas atitudes.

Contudo, você não precisa ser uma pessoa que não demonstra Cristo! Muito pelo contrário, você pode ser alguém que demonstra o Senhor que serve.

Estamos em todo tempo sujeitos a Cristo.

  •  As nossas atitudes têm que ser iguais à do Mestre.
  • Aonde você pisar a planta dos seus pés, devem ver Jesus em você.
  • Seu jeito de falar tem que ser igual ao do Mestre.
  • Seja um “Cristo” aonde você for.

A igreja é um lugar de doutrina, comunhão, partir do pão e orações.

A igreja primitiva praticava isso:

“E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações.” (Atos 2.42)

E aqui está um dos maiores segredos para qualquer igreja crescer:

  • Doutrina dos apóstolos.
  • Comunhão.
  • Partir do Pão (Em memória de Cristo / Santa Ceia)
  • Oração.

Uma igreja que não está fundamentada sobre esses quatro pilares vai enfrentar graves problemas em seu crescimento.

Não sei se chegou a perceber, mas hoje em dia tem cultos que são duas horas e meia de louvor e apenas 30 minutos de pregação.

E de todos versículos que eu já te mencionei nesse estudo, poucos focaram no louvor, o principal é sempre a Palavra (Doutrina dos apóstolos).

Porque a palavra traz vida em nosso meio, é por intermédio dela que sabemos como realmente comportar-se.

Oração é outro ponto importante, será que você na sua vida espiritual tem orado? Sua igreja preserva a oração?

Não tem uma ferramenta mais poderosa em nossas mãos do que falar com aquele que resolve todos os problemas, e falar com Ele é por intermédio da oração, não tem outro caminho.

(Conclusão) A igreja é a casa de Deus, coluna e firmeza da verdade.

Para finalizar, quero mencionar um versículo muito conhecido:

“Mas, se tardar, para que saibas como convém andar na casa de Deus, que é a igreja do Deus vivo, a coluna e firmeza da verdade.” (1 Timóteo 3:15)

A igreja não é uma instituição qualquer na terra, não estamos aqui por um fruto do acaso. Nós somos coluna e sustento da verdade.

E por que somos tudo isso? Porque carregamos uma mensagem que:

  • Tira o oprimido dos laços de Satanás.
  • Mostra o caminho da salvação.
  • Chama o cativo ao arrependimento.
  • Transforma vidas, famílias e histórias.

De tudo que foi falado nesse estudo, espero que consiga guardar as verdades em seu coração.

Fizemos esse estudo com o intuito de edificar ainda mais e contribuir para o crescimento individuais das igrejas. Não podemos ficar desapercebidos, já é a última hora! Maranata!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PREGADOR QUALIFICADO