Três importantes exemplos bíblicos sobre o batismo nas águas

A Bíblia realmente ensina sobre o batismo? Existe versículos ou textos que comprovam isso? Essas e outras dúvidas sobre o que a Palavra diz sobre o batismo será tirado nesse estudo. Quero abordar com foco na Bíblia os ensinamentos acerca dessa vontade de Jesus em nossas vidas.

Quando estamos falando de uma doutrina (conjunto coerente de ideias fundamentais a serem transmitidas, ensinadas). O batismo sem dúvidas é um assunto delicado para se abordar, pois vivemos um contexto em que diversas denominações cristãs acreditam de uma forma diferente da outra.

Como já podemos ver em estudos anteriores sobre essa série de batismo que publicamos no site, clique aqui e veja também. Existem vários tipos de interpretação bíblica referente a esse tema, mas, nesse estudo quero trazer 3 exemplos bíblicos com alguns versículos a mais, todos comentados para resolver essa questão.

A Bíblia tem resposta para tudo, por isso, o batismo não é diferente. Veremos que o próprio Jesus no ato do seu batismo ensinou de acordo com a passagem bíblica, como deve ser realizado o batismo nas águas.

O problema é que vejo pessoas querendo discordar ou dizendo que a Bíblia não é enfática sobre certo assunto, existem coisas que realmente concordo pois estão ocultas (Deuteronômio 29.29). O batismo entretanto, não é um assunto oculto, e sim, um ensinamento bíblico que deve ser praticado.

As sagradas escrituras afirmam tão bem sobre o batismo, que iremos ver ela abordando quem e quando deve ser batizado, tudo isso iremos ver nesse estudo.

O batismo nas águas é pesquisado mais de cem (100) mil vezes no Google Brasileiro, porém, será que realmente entendemos sobre esse assunto?

Se você hoje fosse abordado por alguém e te perguntassem sobre o batismo, teria porventura, alguma passagem bíblica para ilustrar essa ordenança? Por isso, acompanhe até o final do estudo, alisando junto com nós da Enfoque Bíblico, exemplos bíblicos de batismo.

Uma dúvida muito frequente também é “quantas vezes eu posso ser batizado?”. Estou profundamente convicto de que essas passagens bíblicas que vamos observar, pode resolver dúvidas tão comuns quanto essa.

Nesse estudo, você verá os três exemplos:

  • Jesus sendo batizado, como foi o batismo de Jesus?
  • Paulo, escritor de no mínimo 13 epístolas do novo testamento, foi batizado?
  • Filipe batiza o Eunuco, o que impede o batismo?

Lembrando que nossos estudos são desenvolvidos de acordo com a Bíblia para transformar sua vida. Esse estudo te ajuda a ter uma vida ministerial transformada, aumentando seu conhecimento bíblico e aperfeiçoando o dom que há em você.

 

Jesus sendo batizado, como foi o batismo de Jesus?

O batismo de Cristo é citado nas seguintes passagens: Mateus 3.13-17; Marcos 1.9-11; Lucas 3.21,22 e João 1.32-34.

Todas elas ensinam de forma clara esse evento sobre o batismo do Messias, quero porém, utilizar do texto contido no evangelho de Mateus para ser analisado.

A Bíblia vai nos dizer que Jesus sai de Nazaré para ir até a Galileia, ter com João junto ao rio Jordão. Porém João de forma alguma queria aceitar batizar Jesus, dizendo: Eu careço de ser batizado por ti, e vens tu a mim?

A resposta de Cristo revela seu propósito: Deixa por agora, porque assim nos convém cumprir toda a justiça. Conseguimos aprender uma verdade sobre essa fala de Cristo, até Ele mesmo não tendo pecado (Hebreus 4.15) deixou ser batizado para cumprir a vontade de Deus.

G. Campbell Morgan dá a seguinte resposta: “Quando Jesus deixou o que na sua vida era preparatório e começou o verdadeiro trabalho do ministério, Ele se dedicou ao tema definitivo de Sua obra, ou seja, uma identificação com os homens até mesmo na morte”. Mais especificamente, ele acrescenta: “O Seu batismo foi um ato pelo qual Ele concordou em assumir o seu lugar entre os pecadores”.

O batismo de Cristo revela que: Sim! O batismo é o cumprimento de uma vontade divina. Por intermédio dele fazemos um testemunho público de que nossa antiga vida foi deixada para trás e a partir daquele momento somos novas pessoas em Cristo.

Cumprir a justiça de Deus é também descer as águas. Com essas simples frases conseguimos combater aqueles que respeitam diversas coisas, mas, omitem o batismo. Cristo identificou o início de seu ministério diante da humanidade pelo batismo.

Assim devemos nós fazer também. Como queremos ensinar se ainda não descemos as águas? Como queremos dar exemplo se ainda não valorizado o batismo? Não estou falando de forma alguma que só quando você se batizar pode falar de Jesus. Estou falando de pessoas que querem ter um ministério de renome, porém, não desceram ainda ás águas.

Me lembro quando queria provar do dom de línguas e pedia fervorosamente por isso. Recebi uma resposta do Pai em forma de sonho me mostrando que, deveria primeiro descer as águas, dando um testemunho público.

Possivelmente, se você pede dons a Deus e ainda não desceu as águas, seja isso que esteja te impedindo. Vale ressaltar que estou falando de pessoas realmente transformadas e não aqueles que não mudam de vida e já querem descer as águas.

Depois da fala de Cristo, a Bíblia revela que entrou e saiu logo da água (Mateus 3.16). Essa expressão utilizada por Mateus, dar-nos a impressão de que Ele entrou totalmente na água, sendo seu batismo feito por imersão, esse assunto já foi analisado em outro estudo, clique aqui e veja qual é o tipo correto de batismo.

Com isso, os céus se abriram e viu o Espírito de Deus, descer sobre Ele como pomba, e uma voz forte dizia: Este é meu Filho amado, em quem me comprazo. Essa parte final do batismo de Cristo nos revela outra verdade, veja.

O batismo deve ser realizado em nome do Pai, Filho e Espírito Santo conforme ensinado em (Mateus 28.19). Não existe batismo sem a Trindade santa, aonde todos os três, juntos fazem o símbolo do batismo.

No batismo de Cristo se vê claramente a Tri-unidade:

  • Pomba, Espírito de Deus.
  • Voz forte, Deus Pai.
  • O que estava sendo batizado, Filho.

Esse exemplo serve para nós quando formos batizar alguém, deve ser lembrado no nome de quem devemos fazer, isto é, Pai, Filho e Espírito Santo.

 

Paulo, escritor de no mínimo 13 epístolas do novo testamento, foi batizado?

A resposta para essa pergunta é: Sim, ele foi batizado. Além de ter feito esse testemunho público, também nos deu versículos preciosos para entendermos melhor essa prática do batismo.

A Bíblia nos diz em Atos dos Apóstolos 9.10-18, sobre um homem por nome Ananias que Deus por sua graça utilizou para ir até Saulo, este que acabara de ter um encontro com Cristo no caminho de Damasco.

E foi por intermédio da vida de Ananias que, a visão de Saltou que tinha sido perdida pela luz resplandecente voltou e seu batismo ocorreu (Atos 9.18). Então incrivelmente, Paulo que tinha apenas três dias de novo convertido foi batizado (Atos 9.9).

Percebemos nessa passagem que quando a conversão é verdadeira, ocorre mudanças e diante disso o batismo pode ser efetuado. Referente ao encontro que ele teve com Jesus, o deixou perplexo ao ponto de ficar três dias em jejum (Atos 9.9) e orando ao Senhor (Atos 9.10).

Então quando nos encontramos com Cristo, para sermos batizados, precisamos demonstrar uma verdadeira devoção a Deus. Se não oramos ou lemos a Bíblia e já achamos que o jeito que vivemos é o suficiente, está errado!

Quando nos encontramos verdadeiramente na fé, nossa vida é transformada e assim, depois de isso ser comprovado, podemos se batizar. Paulo entendeu tão claro essa verdade que, escreveu versículos lindos sobre a mudança que ocorre em nossas vidas:

  • Efésios 4.22-24, despojamos do velho homem corrompido.
  • Gálatas 2.20, a nossa vida se passa da carne para a fé.
  • 2 Coríntios 5.17, quando estamos em Cristo somos uma nova criatura e tudo se faz novo.

Se não basta esses versículos sobre algo novo em nossa vida a partir do batismo e aceitar a fé, ele também tira uma dúvida muito importante, que é: Quantas vezes posso me batizar? Ele esclarece isso em um rápido versículo:

“Um só Senhor, uma só fé, um só batismo.” (Efésios 4.5)

Sim! Se você leu bem, só tem um batismo! Não é necessário batizar mais que uma vez. Considerando que existem pessoas hoje em dia que estão indo até o rio Jordão para ser batizado de novo, isso é uma completa heresia.

Claro, se eles forem para ser batizado pela primeira vez, não vejo nenhum mal, porém, não existe de forma alguma o rebatismo. Outra dúvida que surge diante disso é a seguinte: Quando era menos fui batizado na igreja católica, agora sou evangélico devo batizar de novo?

Sim! Você deve batizar de novo por dois simples motivos:

  • Batizar crianças não significa decisão própria, pois a criança está em um estado de inocência. E assim como o exemplo de Jesus e Paulo, percebemos que fizeram isso por escolha própria, quando os dois já tinham idade para saber o que estavam fazendo.
  • A igreja católica batiza por aspersão, isto é, somente respingar água sobre a criança. Como vimos em outro estudo, esta não é a forma correta de batizar.

Então considerando esses dois pontos, não seria um rebatismo e sim um batizar pela primeira vez. Mas essa regra só se aplicada para se você foi batizado quando criança, porém, se adulto com consciência você se decidiu batizar, e depois de feito isso, se desviou, quando voltar não precisar batizar de novo.

 

Filipe batiza o eunuco, o que impede o batismo?

Essa história é bem interessante, está contida no livro de Atos dos Apóstolos 8.26-40.

A Bíblia vai nos dizer que o anjo do Senhor falou a Filipe: Levanta-te e vai para a banda do Sul, ao caminho que desce de Jerusalém para Gaza, que está deserto. E ele levantou-se e foi, e tinha naquele caminho um etíope que era eunuco.

Esse homem era mordomo-mor de Candace, rainha dos etíopes. Ele tinha ido à Jerusalém para adorar, e nessa volta a sua casa lia o livro do profeta Isaías. Filipe chega perto dele faz uma pergunta simples: Entender tu o que lês?

O etíope responde: Como poderei entender, se alguém não me ensinar? E pede para que Filipe o explique. Filipe atende o pedido dele e se junta ao carro aonde anuncio nas passagens de Isaías sobre Jesus.

Com isso, no meio do caminho o eunuco vê uma água e pergunta fala à Filipe: Eis aqui água; que impede que eu seja batizado? Filipe responde: É lícito se crês de todo o coração. E, respondendo ele, disse: Creio que Jesus Cristo é o Filho de Deus.

O grande ensinamento dessa passagem para sua edificação, é que, o batismo é para aqueles que creem em Cristo como o Filho de Deus. Não adianta fazer o ato de descer ás águas se, dentro de você não tem fé nenhuma em Jesus como Filho de Deus.

Quando falo sobre Jesus sendo o Filho de Deus, é acreditar que ele é Deus e veio a terra entregando a sua própria vida para remissão de nossos pecados (João 1.1-5; 1.29). Tem pessoas que se batizam, porém, não tem a fé fundamentada em Cristo.

Irmãos, quero que vocês entendam algo, fazer algo sem fé, é pior do que não fazer. A Escritura vai revelar que sem fé é impossível agradar a Deus (Hebreus 11.6). Então se você está diante de alguém que quer se batizar, só para ser salvo, e não acredita em Cristo.

Fale para ele que batismo não é salvação agora a fé no Filho, essa sim é salvação (Romanos 1.16-17). Não devemos se enganar, nosso coração deve crer primeiro, tem um versículo muito importante quando falamos de salvação por fé:

“A saber: Se, com tua boca, confessares ao Senhor Jesus e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dos mortos, será salvo.” (Romanos 10.9)

Entendeu que o batismo não funciona se não crer? Entendeu que o batismo é para os que creem em Jesus? Sim, você que já escutou tantas picuinhas sobre o batismo, e agora está vendo a verdade, deve ser um exemplo ensinando outros também sobre essa verdade.

 

Conclusão Batismo

Cada exemplo mencionado nesse estudo pode ser avaliado em seu grau de importância. Quando estamos falando de um assunto que envolve tantas dúvidas igual batismo, não podemos de forma alguma menosprezar a verdade bíblica.

Antes de realizar esse ato por nome batismo é bom esclarecer todas suas dúvidas, até mesmo se for discipular alguém que vai descer as águas. Deve-se observar com cautela as verdades que aprendemos com Jesus, Paulo e o Eunuco.

Certamente você deve ter algo para nos contar sobre o seu batismo nas águas ou sobre alguém que conhece, por isso, edifique-nos deixando um comentário abaixo, para juntos crescermos na graça e no conhecimento.

Se você gostou muito desse aprendizado da Palavra, pode receber estudos exclusivos agora mesmo no seu celular ou computador, bastar clicar na imagem abaixo falando sobre estudos exclusivos, ou se preferir, clicar aqui (todo apaixonado pela Bíblia deve gostar).

 

 

5 Comments

  1. Elder Carlos disse:

    Boa noite
    Bom eu vim do benço evangelico então não tinha nenhuma duvida sobre este asunto.
    Mais não devemos descartar mais estes aprendizado porque tudo so vem nos acresentar e fortalecer na graça de Deus.E mutio bem obrigado por mais este ensinamento e que todos aquele que pretende nascer de novo leia com muita atenção e passa adiante .Porque nacer de novo não se torna um simples ato mais uma verdadeira fé em salvação em Cristo.

  2. Cristiano nascimento alemoes disse:

    Apaz do senhor Jesus Cristo
    Excelente estado sobre o batismo

  3. ANTONIO PRAXEDES DE SALES SOBRINHO disse:

    parabéns pelos trabalhos do reino de Deus MUITO BOM OS ESTUDOS.

  4. disse:

    Muito bom estudo, filhos de crente não nascem crente nem donos da verdade, por isso é preciso nascer de novo também, porém, muitos se acham assim, Tem crente velho precisando nascer de novo, quanto mais os recém convertidos. Precisamos arrepender todos os dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PREGADOR QUALIFICADO