Como você vai manter a atenção dos ouvintes na pregação? Dicas Práticas

Você já se pegou pensando nisso? Como manter a atenção do ouvinte no momento da pregação? Você sabia que isso é uma responsabilidade do pregador?

Muitas das vezes alguns podem pensar que “se a pessoa não quiser prestar atenção no sermão, isso é problema dela, ela que se resolva com Deus”. Pensar desse jeito é um erro enorme.

Claro que nós sabemos que o motivo de algumas pessoas as vezes não prestar atenção na pregação, pode ser espiritual, contudo, pode ser também que não seja espiritual e sim porque o pregador está infelizmente fazendo uma pregação sem atração alguma.

Gosto de uma frase de John Wesley que diz: Ponha fogo no seu sermão ou ponha seu sermão no fogo.

Diante dessa frase de John, a pergunta que quero te fazer é: Você tem pregado com fogo ao ponto de seus ouvintes não perderem o foco da mensagem ou tem pregado sem vigor?

Uma vez que consegui a atenção dos meus ouvintes, preciso dizer algo que mereça manter essa atenção e dizer isso de um modo que os leve a responder. A resposta do ouvinte é justamente prestar atenção na mensagem.

Por isso, resolvi escrever o artigo de hoje, te passando dicas práticas para você conseguir manter a atenção dos ouvintes durante um sermão, veja o que você vai ver:

  • Pregação é diferente de palestra.
  • Saiba reconhecer o resultado do que fala nos ouvintes.
  • Dicas valiosas que podem te ajudar a sair de algo monótono.
  • Enuncie o seu princípio.
  • Mostre como esse princípio se aplica a vida real.

Espero sinceramente que entenda tudo que vai ser transmitido, contudo, se ficar dúvidas, pode escrever um comentário que vamos ter o maior prazer em responder.

Pregação é diferente de palestra

Quando falamos sobre pregação, estamos mencionando um dos ministérios mais importantes para o crescimento da obra de Deus, você quer ver um exemplo bíblico clássico?

Isaías 40.3 diz: Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor; endireitai no ermo vereda a nosso Deus.

Para você que é um estudante da Bíblia Sagrada, sabe que esse texto faz menção da obra que seria feita por João Batista a respeito de Jesus, fala sobre João “preparar um caminho até Jesus”, e como ele faria isso? Sendo uma voz que clamava no deserto, ou seja, pregando.

Quando olho para esse texto de Isaías, percebo que a principal ordem ministerial de João Batista era justamente pregar e ele fez isso com excelência, isso foi tão reconhecido por Jesus que ele diz:

Eu vos afirmo que dentre os nascidos de mulher não há um ser humano maior do que João. (Lucas 7.28)

João Batista conseguiu pregar de maneira extraordinária, que o próprio Jesus mostra o resultado de sua pregação dizendo que não “há ser humano maior”.

Eu te contei essa passagem bíblica, somente para te dizer que pregação não é palestra. Pregação é um ministério com fogo e não com desânimo.

Não adianta eu subir em um altar para falar sobre Jesus se não tenho fogo em meu coração por Jesus. Os ouvintes mais do que ninguém vão conseguir discernir se o que você está dizendo tem verdade na sua vida ou não. Por isso, se dizer algo que não convence, possivelmente vai perder a atenção dos ouvintes.

Certo dia, quando estava fazendo uma reunião com os professores que tenho na escola dominical da igreja ao qual participo, eu mencionava sobre o fato de “ensinar o que se vive”. Esse mesmo fato se aplica a pregação. Se eu começar falar do que não vivo, as pessoas vão perceber.

Sugel Michelém quando escreve seu livro (um guia para a pregação expositiva), menciona arduamente que a pregação não é palestra, aula, apresentação de ideias ou qualquer outra coisa.

Pregação é um evento único que deve ser feito com vigor e veemência, não apenas dizendo palavras, mas com certeza interior do que se está falando.

Faça do seu sermão uma verdadeira pregação, e você verá os resultados que vai colher em seu ministério.

Saiba reconhecer o resultado do que fala nos ouvintes

Uma maneira de manter mais facilmente a atenção dos ouvintes é justamente vendo o resultado de sua fala. Existem coisas que você pode perceber enquanto está pregando.

Um exemplo clássico é o seguinte, vamos supor que você é uma pessoa que prega gritando, ai percebe que ninguém tá prestando a atenção, mas então, decide mudar esse seu jeito. Na próxima pregação, fala com mais calma e explicando melhor, e vê que as pessoas facilmente estão prestando atenção em você.

Aliás, aproveitando que falei sobre gritar, não grite em sua pregação, você pode impor um tom de voz mais alto para criar certas ênfases em frases, porém, jamais gritando.

Isso é um ponto extremamente importante para você pregador(a), perceber no rosto do ouvinte o que está incomodando-o, vai te ajudar e muito.

Existem coisas que as vezes você pode não perceber, mas, peça a opinião construtiva de alguém que confie, e você verá que tem coisas que precisam ser melhoradas em sua pregação.

E principalmente, sempre ore a Deus. Porque você está fazendo algo que é da vontade de Deus, então com certeza ele vai te ajudar a melhorar sempre.

Dicas valiosas que podem te ajudar a sair de algo monótono.

Quando menciono sobre algo monótono, estou falando justamente uma pregação que cansa os ouvintes. Aquela pregação fria e sem vigor algum. Por isso quero te passar algumas dicas valiosas que podem te ajudar.

1 – Saiba utilizar seu tom de voz.

Se do início ao fim da sua pregação, você ficar apenas com o mesmo tom de voz, provavelmente vai ficar cansativo. As pessoas gostam de escutar alguém empolgado ao falar algo, do mesmo modo que gostam de calma durante uma explicação mais elaborada.

Por isso é importante você saber utilizar seu tom de voz de maneira correta, falando com mais veemência em alguns momentos e em outros com mais calma. Isso vai te ajudar a manter a atenção dos ouvintes.

2 – Se movimente um POUCO e não MUITO

Eu tenho muito cuidado ao falar sobre isso porque existem pregadores que parecem trilhar uma maratona em cima do altar. Você até pode se movimentar, mas não muito.

Gosto de pensar o seguinte, o melhor espaço que você pode se movimentar, é dois passos em cada direção. Claro, se você estiver em uma igreja extremamente grande, por exemplo, que cabe mais de 3000 pessoas, você pode com certeza andar um pouco mais, porém, sempre, sem exagero.

Sabe porque isso é importante para manter a atenção do ouvinte? Imagine que você ande para um lado e paro o outro sem parar, vai chegar uma hora que a pessoa vai cansar de te acompanhar nos movimentos e vai acabar se distraindo com qualquer outra coisa.

3 – Use testemunhos, ilustrações e comparações

Praticamente o ministério de Jesus inteiro é lembrado pelas parábolas que ele contou. O ser humano desconhece em sua maioria o poder que existe atrás de uma história bem contada.

Pense o seguinte, quando alguém começa te contar uma história interessante, você não quer ver o resultado dela? O final dela? Claro que quer. Porque histórias convencem e nos prendem a atenção.

Se você conseguir encaixar no seu sermão um testemunho, ilustração e histórias de maneira excelente. Você com certeza vai ter ouvintes que vão estar atentos.

4 – Púlpito não é lugar para piadas, contudo bom humor faz bem

Não gosto da sensação de levar o altar de Deus como um lugar para contar piadas, mas dizer uma ou outra coisa que descontraia, pode te ajudar bastante.

Principalmente se for no início do seu sermão, isso cria uma empatia muito grande com os ouvintes e ajudar a eles ficarem mais atentos as suas palavras. Porém saiba usar isso com moderação, não vá fazer comédia em cima do altar, isso você pode fazer depois com seus amigos e irmãos.

No altar de Deus é lugar para se pregar a Palavra, apenas isso.

Bom, essas foram algumas dicas que queria te passar, agora vamos continuar com mais informações que vão te ajudar a manter a atenção dos ouvintes durante a pregação…

Enuncie o princípio

Você não tem noção do que uma mensagem com propósito bem estabelecido pode fazer. Quando deixamos claro a mensagem que queremos transmitir, isso tem um poder extraordinário.

Não adianta você pregar uma mensagem sem rumo. Deixando tudo muito confuso. Isso vai atrapalhar de os ouvintes prestarem atenção em você.

Acredito que, até você mesmo, que está lendo esse artigo nesse momento. Quando você escuta um sermão bem confuso, você consegue prestar atenção nele? Possivelmente não.

Tem algo que gosto de mencionar que é justamente a clareza que devemos ter na pregação, vou até deixar um vídeo que gravei aqui para você saber melhor a respeito:

LINK DO CURSO QUE FALO NO VÍDEO: CLIQUE BEM AQUI!

(Conclusão) Mostre como seu princípio se aplica a vida real

Pregação não é só exposição de conhecimento, é aplicação para a nossa vida. Pregação deve levar o ouvinte a tomar uma decisão de transformar sua história em Cristo Jesus.

Gosto de uma frase que diz: Você deve persuadir seu ouvinte, mas jamais manipular ele.

Sabe o que é persuadir? Convencer alguém da necessidade de algo específico. Então durante seu sermão você tem que persuadir o máximo seu ouvinte, mas jamais manipular ele.

Para convencer seu ouvinte, você tem que mostrar como o propósito do seu sermão pode ser aplicado na vida real.

Quando você mostra como aplicar, isso chama a atenção das pessoas, dificilmente você vai perder o foco de alguém assim. Isso se deve, porque o ouvinte começa a escutar o que tá falando e pensar no que pode melhorar.

Quando você deixa bem claro uma possibilidade de mudança na vida da pessoa, ela se motiva com aquilo e com certeza você vai ter uma atenção.

Bom, esse foi meu conteúdo especialmente para você. Quero deixar um convite também para conhecer nosso curso para pregador completo. Nele temos mais de 30 aulas falando sobre pregação.

Se você quiser saber mais clique no botão logo abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PREGADOR QUALIFICADO