Sermão Expositivo, Temático e Textual (Passo a Passo Completo)

Sermão Expositivo, Temático e Textual (Passo a Passo Completo)

Sermão Expositivo, Temático e Textual. Como Fazer? Qual é o Melhor? Será justamente dúvidas como essa que vamos tratar nesse artigo de hoje.

Tenho certeza que se você entender qual funciona melhor para cada pregação que vai montar, você vai conseguir desenvolver melhor seu sermão.

Quero trazer todos os conceitos utilizando de versículos bíblicos e citações de grandes pregadores, para que você venha obter o máximo de aprendizados possíveis.

Vale ressaltar uma frase que sempre falo, ao qual é: “Não existe pregação ou pregador sem o Espírito Santo.”

Por mais que você venha conhecer e posteriormente, dominar todos os métodos que vamos mencionar. Nada disso funciona sem a presença do Espírito Santo em sua vida.

As vezes ambicionamos grandes coisas em nossos ministérios, contudo, uma que nunca pode faltar nele é o Espírito Santo.

Porém, conhecer os métodos é necessário e importante!

Por isso veja de forma pautada o que vamos abordar:

  • Como descobrir o melhor jeito que funciona para você?
  • Sermão Expositivo.
  • Sermão Expositivo na prática.
  • Sermão Temático.
  • Sermão Temático na prática.
  • Sermão Textual.

Acredito que esse é um passo a passo completo que vamos falar. Um guia definitivo para todo que querem aprender os modelos de pregação.

Contudo, se mesmo ao final do artigo, você ainda estiver com dúvida sobre algo, utilize o campo comentário que vamos ter o maior prazer em te ajudar.

Como descobrir o melhor jeito que funciona para você?

Antes de entrar propriamente na explicação do sermão expositivo, temático e textual, preciso te ajudar a entender qual jeito funciona melhor para você.

Acredito que você como pregador, deve analisar o estilo de mensagem que vai preparar. Com esse estilo em mente, você vê qual é o melhor jeito de elaborar ela.

Então na verdade, a pergunta: “Qual o jeito que funciona pra mim?”

Pode ser facilmente substituída por: “Qual o melhor jeito de eu transmitir a minha mensagem?”

Descobrindo qual o melhor jeito de transmitir o sermão, você pode enquadrar eles nos parâmetros expositivo, temático ou textual.

Vale ressaltar que as vezes, você não utiliza apenas um jeito. Mas, é possível utilizar até mesmo os 3 jeitos em apenas uma pregação.

Por isso, não se prenda! Esteja sensível ao entender que a mensagem é de Deus, e em alguns momentos, a vontade dEle, vai sobressair do seu esboço. Tudo isso em consciência e profundidade.

Sermão Expositivo

A pregação expositiva, foi comentada com profundidade em um artigo de nosso site (Clique aqui para ver). Contudo, vou falar sobre ela.

Sermão expositivo é a apresentação organizada de um assunto. O pastor Hernandes Dias Lopes, uma referência no assunto, diz que a composição de um sermão expositivo, se dá em 3 passos: Ler, explicar e aplicar.

Às vezes, alguém pode pensar que pregar expositivamente é fazer comentários exaustivos em cima do texto. Na verdade, não!

A pregação expositiva é você deixar claro a mensagem que o texto que passar, valorizando a passagem, seus contextos e fatos posteriores. É trazer uma aplicação prática a vida do ouvinte.

João Calvino diz que: Pregação é a exposição pública das Escrituras pelo homem enviado por Deus, na qual o próprio Deus está presente em julgamento e em graça.

Quando João está dizendo isso, ele está querendo dizer que a pregação expositiva é a melhor maneira de trazer as verdades de Deus, sendo que, é como se Ele mesmo estivesse presente ministrando o sermão.

Ainda o Pr. Hernandes, diz o seguinte: “Pregação expositiva não é pregar sobre a Bíblia, é pregar a Bíblia.”

Novamente, trazendo uma menção que o principal é o texto bíblico proposto. Buscando ensinamentos que podem ser transmitidos aos ouvintes.

Vejamos alguns detalhes dos 3 passos que compõe o sermão expositivo:

  • Ler: Toda mensagem começa com a leitura do texto. Não tem como pregar sem ter o texto. Existem alguns pregadores que dizem: “Já tenho a pregação só falta o texto”. Isso é um equívoco segundo a pregação expositiva, pois a pregação nasce do texto, e não ao contrário.
  • Explicar: Logo depois da leitura, você deve clarear a mente do ouvinte sobre a passagem bíblica. Sendo assim, você deve explicar as Sagradas Escrituras.
  • Aplicar: Se você não trás ensinamentos práticos para o sermão, você vai encher seus ouvintes de conhecimento, mas sem direção e sentido. Não adianta eu ter conhecimento se não sei colocá-los em prática.

Para você entender melhor sobre o sermão expositivo, preparei um exemplo de um esboço em cima dele. Vejamos…

Sermão Expositivo na Prática

Visando clarear seu entendimento, preparei uma imagem a respeito de um princípio de sermão expositivo em cima da passagem de Bartimeu.

Nessa imagem, não coloquei um esboço completo, até porque cada um tem seu jeito de elaborar um esboço. Se fosse o meu, acredito que iria precisar de mais de uma imagem. Gosto de colocar algumas informações no esboço.

Contudo, acredito que ficou claro a imagem, veja:

Sermão Temático

O sermão temático, é aquele ao qual você tem um tema que vai trabalhar em cima dele.

Você com certeza vai ter um versículo que vai ser o princípio do seu raciocínio, mas não vai ficar preso só naquele versículo, antes vai trabalhar um tema proposto.

Um dos cuidados que os pregadores devem ter em cima do sermão temático é a falta de coerência bíblica. Porque se você for trabalhar em cima de um tema, as vezes pode pegar versículos fora do seu contexto, e isso é um problema!

Absolutamente nenhum texto bíblico deve ser considerado fora do seu contexto! Sempre devemos observar o sentido verdadeiro da passagem.

O sermão temático é um dos mais fáceis a serem preparados, geralmente se uma pessoa estiver começando ministerialmente, as suas primeiras pregações serão temáticas.

Diferente do sermão expositivo, não existem grandes argumentos em cima do sermão temático.

Contudo, quero deixar como recomendação da minha parte, ao qual já ensinei milhares de pregadores, que sempre tente fundamentar sua pregação de maneira expositiva.

Sermão Temático na Prática

O sermão temático é possível facilmente exemplificar para você, pois a sua compreensão geralmente costuma ser mais rápida.

Coloquei na imagem abaixo apenas o princípio de um sermão temático, é claro que quando você for pregar, vai recolher muito mais argumentos para serem falados em cada ponto.

Sermão Textual

O sermão textual é bem similar ao sermão expositivo. Nele nós também escolher uma passagem bíblica aonde vamos extrair verdades daquele texto.

A diferença mais gritante entre o sermão textual e expositivo, é que geralmente o expositivo você não sai do texto que escolheu em nenhum momento.

Agora, o sermão textual, você pode utilizar de outras passagens bíblicas para esclarecer a mensagem que está pregando.

Novamente, devemos tomar cuidado sempre como ministros do evangelho para não falar heresias ou querer impor no texto, verdades que não existem.

Por isso, sempre analise o contexto da passagem porque é totalmente necessário, para que não venha falar “besteiras”.

Uma diferença entre o sermão expositivo e textual também, que geralmente o expositivo se trata de um texto mais longo escolhido ao pregar, agora o textual pode ser poucos versículos.

Eu acredito que dá para pregar em poucos versículos de maneira expositiva, contudo, se você não se sentir confortável com essa ideia. Pode se ater somente ao modelo textual mesmo.

4 Comments

  1. Sebastiana Alves disse:

    Tenho aprendido muito e Bençãos Deus continue usando você para glória dele

  2. Cleiton Jesus maia disse:

    Todos os estudos são ótimo tudo na base bíblica gostei muito!

  3. Jacilena Costa Almeida disse:

    Muito linda essa atitude.
    Vou estar sempre visitando para aprender mais e quem sabe pregar e ensinar melhor.
    Obrigada!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PREGADOR QUALIFICADO