Por que tantos pregadores desistem do ministério tão cedo?

Nesse artigo vou discorrer sobre a importante pergunta: “Por que tantos pregadores desistem do ministério tão cedo?”. Apesar de já ter falado sobre vários temas pertinentes e pregação, esse sem dúvidas é um dos difíceis.

Contudo, tenho certeza que ao final desse artigo você vai entender por que muitos desistem e vai conseguir fugir desse erro.

A verdade, é que se você chegou aqui já no último segundo do seu ministério, esgotado e sem ânimo algum. Não desista! Leia antes o que tenho para você.

Não tem uma obra mais sublime em nossas vidas como ministros do evangelho, como proclamar a verdade de Deus, e se você renunciar a isso tudo, vai ficar um vazio em sua alma.

É uma história mais ou menos assim, uma vez que você provou da fonte de Deus, fazer a sua obra e experimentar sua graça. Quando você deixar isso de lado, nada mais poderá preencher.

Por isso, quero antes de tudo te encorajar a perseverar e descobrir como fugir do erro da desistência.

Veja pontualmente o que vamos falar nesse artigo:

  • O principal motivo de tantos pregadores desistirem.
  • Existe uma saída?
  • Como sei se estou no caminho do “fracasso”?
  • A maior verdade que nunca te falaram (é sério!)

Em Deus tenho certeza que esse conteúdo pode transformar sua vida, se ficar com dúvidas ao final dele, por favor pergunte utilizando o campo comentário.

O principal motivo de tantos pregadores desistirem

Quando estamos na jornada ministerial, as nossas lutas são constantes. Dificilmente você vai encontrar alguém que vai dizer: “É tudo flores, está tudo uma maravilha.”

E se encontrar, conviva com essa pessoa alguns dias, que você vai encontrar algo que está errado.

Como em tudo que fazemos na vida, o ministério tem vezes que é bonança, mas passamos por muitas provas e lutas.

E não tenho dúvidas do que vou dizer, mas, o principal motivo de muitos pregadores desistirem, é a estrutura individual. Não tem alicerce e abandonam o barco antes mesmo de superarem as dificuldades.

Esta aí o motivo também, para muitos deles, serem novos de ministério. Geralmente no primeiro ano já deixam de lado, por falta de estrutura.

Uma vez aprendi algo enquanto pregador, que levo para toda a vida, é uma frase que diz: “O método não é mais importante que a doutrina.”

Sabe o que essa frase está dizendo? Vou explicar… Não adianta dominar os métodos de “fazer uma pregação” se você não tem doutrina (fundamento) suficiente para pregar.

Antes de eu subir a um altar para ministrar, devo ter um preparo na Palavra. A oração não começa no púlpito, mas sim no secreto.

Por isso, invista em:

  • Tempo de oração, fale o máximo com Deus.
  • Leitura Bíblica. A Bíblia é sua principal ferramenta.
  • Consagração. Tenha uma vida integra, é necessário integridade para pregar o evangelho.

Se você não se dedicar para crescer espiritualmente, terá um ministério fracassado. Sabe o que realmente anda acontecendo?

Vou me utilizar de uma comparação para exemplificar.

Muitas pessoas querem construir casas, ao qual são feitas de madeira, e para isso não precisam de uma estrutura muito grande, e se contentam com isso.

Outras querem construir casas extraordinárias, em luxo e bem elaboradas. E para isso, é necessário um alicerce que sustente.

Contudo, existe um terceiro tipo de pessoa. Que tenta construir a casa extraordinária, sobre o fundamento da de madeira.

Esse terceiro tipo é o caso do pregador que desiste cedo, tenta construir um ministério sobre um fundamento fraco. Não estuda, não faz curso, não se especializa, não ora, não busca o Espírito Santo e ainda se denomina pregador.

Quando o inimigo de nossas almas e do nosso ministério (Satanás), vier oferecer algo, ele cai. Porque não tinha estrutura suficiente.

Existe uma saída?

Sem dúvida nenhuma! Com certeza existe uma saída. Até mesmo para aqueles que já caíram, tem a oportunidade de se levantarem.

Se você porventura está lendo esse artigo e já atingiu o fracasso ministerial. Hoje, Deus te dá uma oportunidade de se levantar novamente.

E como isso deve ser feito?

Simples, comece pelo básico. Mencionei no ponto anterior sobre algumas coisas que podem te dar estrutura como oração, leitura bíblica e consagração.

É desse jeito que você deve começar. Quando você colocar isso em prática, seu ministério não começa sobre a areia, mas sim sobre a rocha.

O que não pode acontecer é você parar! Tem vidas que estão esperando a mensagem do evangelho que vai ser proclamada por sua boca.

Uma das imagens que mais toca na minha vida, é a seguinte cena:

“Imagine chegar no grande dia, o juízo final, e Deus me falar: ‘Essas pessoas iam ser salvas por sua pregação, mas você desistiu.’”

Eu sinceramente não espero escutar isso de meu Deus, assim como espero que você não escute. Por isso, Deus quer te levantar ainda hoje.

Tenho uma passagem para sua vida:

“e acrescenta: “Dos seus pecados e iniquidades não me lembrarei mais“. Onde essas coisas foram perdoadas, não há mais necessidade de sacrifício pelo pecado. Portanto, irmãos, temos plena confiança para entrar no Santo dos Santos pelo sangue de Jesus, por um novo e vivo caminho que ele nos abriu por meio do véu, isto é, do seu corpo. Temos, pois, um grande sacerdote sobre a casa de Deus.”(Hebreus 10:17-21)

Quando você se arrepende verdadeiramente, Deus diz: “Dos seus pecados e iniquidades não me lembrarei mais.” E é exatamente isso que ele está falando para os caídos, não perca para o pecado.

E se você desistiu por causa da ausência de capacidade, porque você acha que não foi chamado para isso.

Eu te encorajo dizendo o seguinte: “A busca pela capacidade é sua, o conceber ela é de Deus.”

Você tem que buscar se capacitar, e com isso aos poucos, um passo de cada vez, Deus vai te dar ela. Tiago vai mencionar isso como sabedoria, veja:

“E, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente, e o não lança em rosto, e ser-lhe-á dada.” (Tiago 1:5)

Peça a Deus hoje mesmo essa capacitação ministerial, que Ele está pronto a te dar.

Como saber se estou no caminho do “fracasso” ministerial?

Antes de tudo, geralmente as pessoas associam a palavra “fracasso” e “sucesso” ao âmbito financeiro, contudo, fracasso mencionado aqui é o “fundo do poço” ministerial e não financeiro.

Para saber se você está no caminho do fracasso, vai requerer de você mesmo uma autoanálise, olhando para sua vida hoje, você se considera uma pessoa estruturada na palavra?

Ou ainda, você acha que tem pregado verdades bíblicas que transformam ou apenas coisas superficiais?

Quanto mais fundamentado na palavra, mais longe você vai estar do fracasso, sabe por quê?

O principal inimigo do seu ministério, é Satanás, e ele literalmente quer te destruir o mais rápido possível, porque você é um mensageiro de Deus. Como resultado, ele constantemente vai te mostrar “oportunidades” mundanas e não divinas.

Com isso, se você estiver fundamentado no evangelho. O diabo pode até tentar, mas não vai conseguir, porque sua vida tem alicerce.

Por isso, se você não buscar, hoje e agora, corrigir as “lacunas” que existem em seu ministério, provavelmente vai estar caminhando para o fracasso.

A maior verdade que nunca te falaram (Conclusão)

Quero concluir esse artigo, falando sobre uma verdade que você precisa saber:

“Pregadores constantemente são tentados em desistir, até mesmo os que já pregam faz tempo.”

Não importa quanto tempo você tem de ministério, sempre vai estar tentado a desistir, seja por:

  • Uma mensagem que você não conseguiu transmitir com clareza.
  • Tentações financeiras.
  • Tentações referente a vida amorosa e sexual.

Além de outros “N” motivos que poderiam ser mencionados.

E eu precisava te dizer isso, para você entender que não é o único. Apesar da jornada extensa de alguns pregadores, pode ter certeza que vária vezes foram confrontados com a desistência.

Mas não aceitaram, e por isso chegaram até onde estão. Por isso, entenda que você também deve ser uma pessoa que não desiste do ministério.

Independente das lutas ou falhas, o nosso Deus ainda tem cuidado de você, e o Espírito Santo está sempre pronto para te dar a revelação do Evangelho.

Agora que entendeu mais sobre porque muitos pregadores desistem, vou deixar abaixo, alguns artigos que já publicamos e também vai te ajudar sobre pregação:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PREGADOR QUALIFICADO